Take a fresh look at your lifestyle.

Conheça quatro tendências para as viagens em 2021

-publicidade-

Muito além da retomada e do lucro, a volta das viagens em 2021 terá foco maior na segurança e no bem estar de passageiros e profissionais do turismo

Certamente grande parte da população brasileira está desejando que a pandemia passe o mais rápido possível, com direito a vacinação e liberdade, para voltar a viajar em 2021. No entanto, muito mais do que focar na retomada do turismo em si, na venda de passagens para Florianópolis, Recife, Goiânia, Salvador e outros destinos, hotéis lotados e comércio abundante, o foco se revela cada vez mais na segurança e no bem estar das pessoas.

A ideia é que as atenções do setor não olhem apenas para o turista, mas também para o profissional do turismo, isto é, uma a cada dez pessoas em todo o mundo, conforme dados do Relatório de Impacto Econômico do Conselho Mundial de Viagem e Turismo de 2020. Essa mudança de comportamento mostra que a Covid-19 provocou transformações profundas no setor, especialmente, quanto a padrões de higiene e segurança. Confira, agora, quais são as principais tendências para as viagens em 2021:

1. Mais empatia

Demonstrações de solidariedade, inclusão, diversidade e sustentabilidade tendem a ser temas recorrentes em ambientes compartilhados como rodoviárias, aeroportos, salas de espera, filas e outros.

2. Regionalização do turismo

Viagens mais curtas, para destinos mais perto de casa e com menos volume de gastos tendem a representar o processo de retomada do turismo brasileiro. Somado a isso, surge também um maior preparo das próprias cidades e destinos brasileiros para receber mais turistas do que antes.

3. Multicanalidade

Estima-se um crescimento da venda de passagens e hospedagens pela internet e por meio de aplicativos. Isso porque, muitas pessoas ainda irão priorizar o distanciamento social e buscarão evitar aglomerações em filas o máximo possível.

4. Higienização e proteção

Algumas das transformações estrategicamente positivas durante este período de pandemia devem se manter. A higienização de veículos e ambientes compartilhados é um deles. O uso de álcool em gel e máscaras faciais também promete perdurar para proteção de profissionais e turistas.

-publicidade-