Amazonas Notícias

Conheça sete dicas para solicitar crédito com segurança

39% dos brasileiros já sofreram fraudes com cartão de crédito; confira as abordagens mais comuns dos golpistas e saiba como se proteger

Essencial para a retomada financeira dos brasileiros, o crédito também vem se tornando alvo de golpes. Com a facilidade de solicitar cartões ou modalidades de empréstimo no ambiente digital, os criminosos se aproveitam da necessidade das vítimas que desejam utilizar o crédito para auxiliar no pagamento de contas básicas, realizar sonhos e outras funções do dia a dia.

De acordo com a Pesquisa de Fraudes Financeiras realizada pela Serasa, os golpes mais recorrentes entre os brasileiros envolvem cartão de crédito ou débito: 20% dos entrevistados revelaram ter sofrido clonagem e 19% relataram compras de terceiros usando dados do seu cartão. “Tomar crédito pode ser um passo importante na vida do consumidor e precisamos reforçar cuidados contra esses golpes, que causam medo e prejuízos financeiros”, explica Aline Sanchez, gerente da Serasa.

Contribuindo para a campanha Serasa Contra as Fraudes, a empresa apresenta 7 alertas para fugir de abordagens suspeitas que merecem cuidado:

  1. Atenção a ofertas tentadoras por e-mail e redes sociais: um dos golpes mais comuns é atrair a vítima para compras vantajosas em sites falsos divulgados por e-mail e redes sociais. Os golpistas imitam o layout das lojas e lançam uma oferta “imperdível” para o cliente nem pensar duas vezes antes de clicar. Ao preencher o cadastro da loja falsa, o consumidor, na verdade, está entregando os dados bancários aos golpistas. Por isso, tome cuidado e não clique em qualquer link, mesmo se receber de pessoas conhecidos.
  2. Não acesse ou faça login em links duvidosos: os criminosos utilizam nomes semelhantes aos nomes oficiais das lojas, modificando uma letra ou posição no endereço da página. O objetivo é que a pessoa entre com login e senha, permitindo que o golpista copie esses dados e tenha acesso a todas as informações salvas. Na dúvida, busque informações de segurança nos sites: passe o mouse pelo link, observe se o endereço corresponde ao nome do site antes de clicar e identifique o cadeado de segurança na barra de endereços.
  3. Cuidado com e-mails suspeitos para trocas de senha não solicitadas: uma estratégia comum é receber e-mails pedindo para refazer sua senha sem ter sido você quem solicitou. Nesse caso, os golpistas fazem com que você realize a operação de troca em um link falso e, assim, conseguem acesso ao seu cartão ou conta bancária. Caso queira trocar de senha, faça o login diretamente no site desejado.
  4. Não faça depósitos antecipados: se você receber alguma cobrança ou pedido de antecipação para a liberação do crédito, desconfie. Ofertas de crédito que se aproveitam de taxas ou adiantamentos de parcela são táticas comuns entre os golpistas, que se passam por funcionários de instituições financeiras conhecidas para convencer as vítimas. Ao receber essa abordagem, procure os canais oficiais da empresa e peça as informações, antes de realizar qualquer tipo de transação.
  5. Evite salvar senhas e dados financeiros em sites: cuidado ao inserir suas informações bancárias em sites de lojas e não use a mesma senha para diferentes endereços de compras. Outra dica é fazer uma busca na internet para conferir a reputação da loja e se outros clientes estão reclamando que produtos não foram entregues. Vale também comparar o preço do produto com o de outras lojas. Se o valor estiver muito abaixo e as condições forem muito melhores, desconfie: provavelmente, é uma fraude.
  6. Suspeite de ligações ou mensagens para confirmação de dados: se não tem certeza sobre a veracidade de uma ligação ou mensagem nas redes sociais, como o WhatsApp, entre em contato com os canais oficiais da empresa para saber se realmente precisam desses dados. Na dúvida, desligue o telefone imediatamente e exclua a mensagem recebida.
  7. Evite usar Wi-Fi público para fazer compras: redes Wi-Fi em espaços públicos como praças e shopping facilitam a vida de muita gente, mas, como são abertas a qualquer pessoa, é preciso ter cuidado. Tome cuidado ao fazer cadastros e digitar seus dados pessoais e bancários nesse tipo de rede para evitar que eles sejam furtados por criminosos.

Para conferir outras dicas de combate às fraudes, clique aqui.

Solicite crédito de forma segura na Serasa:

· Acesse a plataforma de forma gratuita: entre no site ou no aplicativo da Serasa, disponível no Google Play e na App Store, e informe seu CPF e senha. Se você ainda não tem cadastro, pode fazer na hora.

· Complete seu perfil: ao concluir o login, clique em “atualizar perfil” e preencha com todos os dados solicitados. Isso ajudará você a encontrar as melhores alternativas de crédito.

· Faça uma simulação: escolha o tipo de crédito que você procura e a Serasa buscará ofertas para seu perfil junto às instituições financeiras parceiras. Caso haja ofertas, você pode visualizar as opções e clicar em “detalhes da oferta” para saber mais.

· Escolha a opção desejada e finalize a contratação: após avaliar as ofertas disponíveis, escolha a opção que considerar mais interessante, clique em “solicitar” e aguarde a análise. Em caso de aprovação do crédito, a contratação será finalizada de forma fácil e em poucos minutos. Assim, você pode buscar e comparar online as opções de cartão de crédito sempre que quiser, sem pagar nada por isso.

Relacioandos