Conselho de Administração da Suframa avalia 33 projetos industriais para o Polo Industrial de Manaus

Nesta quarta-feira (30), às 10h (horário de Brasília), o Conselho de Administração da Suframa (CAS) realiza sua 298ª Reunião Ordinária com o objetivo de avaliar uma pauta com 33 projetos industriais e de serviços, sendo 12 de implantação e 21 de atualização, diversificação ou ampliação. Os projetos somam investimentos totais de R$ 2,72 bilhões, bem como estimam faturamento adicional de R$ 13,21 bilhões e a geração de 1.577 empregos no Polo Industrial de Manaus (PIM) em até três anos.

A reunião será presidida pelo secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, e contará com a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, e de demais representantes de órgãos governamentais, parlamentares e dirigentes de entidades de classe da região, entre outros. Em virtude das medidas de prevenção à Covid-19, o evento será realizado de forma híbrida e terá transmissão ao vivo por meio do canal oficial da Suframa no YouTube (youtube.com/suframanews).

Entre os 33 projetos a serem avaliados pelos conselheiros, os maiores destaques são as proposições das empresas Giga Indústria e Comércio de Produtos de Segurança Eletrônica S/A., visando à ampliação da produção de placas de circuito impresso montadas (de uso em informática), com previsão de investimentos da ordem de R$ 700 milhões e expectativa de geração de 303 empregos; Inventus Power Eletrônica do Brasil Ltda., com o objetivo de implantar linha de produção de roteadores digitais e de moduladores e demoduladores para comunicação de dados por rede óptica, com previsão de investimentos de R$ 111 milhões e expectativa de geração de 196 empregos; e Vivensis Industria e Comércio Ltda., visando à implantação de linha de produção de receptores de sinal de televisão via satélite, com previsão de investimentos da ordem de R$ 13 milhões e expectativa de geração de 145 empregos.

De acordo com o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, a 298ª Reunião do CAS contém uma pauta extensa e com bastante qualidade, levando-se em consideração, especialmente, a potencial geração de mais de 1.500 empregos ao longo dos próximos três anos. “São investimentos de grande relevância neste momento em que o País como um todo começa a entrar num cenário mais controlado da pandemia e busca intensificar sua recuperação econômica. Da parte da Suframa, buscaremos dar todas as condições para que estes investimentos se consolidem e reforcem ainda mais o ambiente de negócios da nossa região, o que gerará impactos positivos também para nossa população”, afirmou Polsin.

Foto: Layana Rios