O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), por meio da Secretaria de Controle Externo (Secex), aprovou a instituição de um manual para auditorias operacionais. O TCE já aprovou outros dois manuais, de auditoria em tecnologia da informação e auditoria financeira, como forma de auxiliar os servidores que realizam fiscalizações específicas.

No ano passado, o Tribunal Pleno aprovou o Manual de Auditoria e Regularidade, um manual de instruções gerais para as auditorias, seguindo padrões nacionais e internacionais de órgãos de controle. Agora, o Controle Externo elabora manuais setoriais, a fim de instruir os setores do TCE de acordo com o tipo de auditoria que realizam. O manual de auditoria operacional foi aprovado e em breve começará a ser utilizado.

Os manuais seguem as diretrizes da conselheira-presidente do TCE-AM, Yara Lins dos Santos, que busca atender ao Programa Qualidade dos Tribunais de Contas (QATC), uma ação da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon) para melhorar o sistema das cortes de contas do Brasil.

“Dessa forma podemos padronizar os procedimentos de fiscalização em áreas com especificidades”, explica o secretário de controle externo, Stanley Scherrer. “Além disso, esses manuais são elaborados aliados às melhores práticas internacionais de auditoria”, completou.

A Secex possui outros dois manuais em processo de aprovação pelo tribunal pleno, o Manual de Auditoria de Recursos Externos e o Manual de Auditoria de Transferências Voluntárias, além de ter outros em elaboração. Previsão é de que nas próximas semanas os manuais em tramitação sejam aprovados e internalizados.

Os manuais já aprovados se encontram no Portal da Secex, na seção Manuais/Guias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here