A Copa Libertadores feminina de futebol de 2018 iniciou na noite deste domingo (18) na Arena da Amazonia, localizada na Zona Centro-Oeste de Manaus, está em sua décima 10ª edição e é um dos torneios mais prestigiados do mundo organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). A competição já passou por países como Colombia, Paraguai e Uruguai mas foi predominantemente sediada no Brasil por seis edições contando com a atual que marca a volta da copa para as terras brasileiras.

Em sua estreia no ano de 2009 a copa foi disputada em três sedes, São Paulo, Santos e Guarujá, nos dois anos seguintes ela ficou novamente no estado de São Paulo, mas dessa vez em Barueri e depois em São José dos Campos.

Em 2012 a Libertadores feminina foi realizada em Pernambuco, nas cidades de Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão. A quinta edição foi realizada em Foz do Iguaçu no Paraná e em 2014 retornou para São José dos Campos em São Paulo. Em 2015 seguiu para Medellín, Envigado e Girardota na Colômbia; no ano seguinte foi disputada pela primeira vez no Uruguai, nas cidades de Montevidéu e Colônia do Sacramento.

A nona edição da competição foi para o Paraguai, nas cidades de Assunção, Luque e Villa Elisa. Neste ano Manaus foi a cidade escolhida para sediar o evento e marca a sua volta para o Brasil que possui sete títulos na competição: Santos, em 2009 e 2010, São José, em 2011, 2013 e 2014, e Audax/Corinthians, no ano passado, no Paraguai.

A competição terá duração de duas semanas com 12 times jogando e divididos em três categorias são elas: Grupo A – Audax, Union Española (Equador), Peñarol (Uruguai) e Hulia (Colômbia); Grupo B – Santos, Colo-Colo (Chile), Deportivo ITA (Bolívia) e Sport Girls (Peru); Grupo C – Iranduba, Urquiza (Argentina), Cerro Porteño (Paraguai) e Flor de Patria (Venezuela).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here