Take a fresh look at your lifestyle.

Covid-19 – João Pessoa na Paraíba recebe 15 pacientes de Manaus para tratamento

-publicidade-

Outros 15 pacientes de duas unidades de saúde de Manaus foram transferidos, na tarde deste domingo (17/01), para João Pessoa (PB). A transferência faz parte do Plano de Cooperação entre os Estados, anunciado pelo Governo do Amazonas em conjunto com o Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, com o intuito de melhorar o fluxo de atendimento de casos de Covid-19 na rede estadual de saúde. Ao todo, já foram transferidos 62 pacientes.

“Nós estamos com esse trabalho de desospitalização de Manaus para outros estados, estados brasileiros em solidariedade com o Estado do Amazonas. Dessa vez estamos mandando pacientes para João Pessoa, que está recebendo nossos pacientes com muito carinho e muita expectativa. Já conversei com o secretário de estado e com a equipe da regulação deles lá, que estão muito contentes por receber os pacientes do Amazonas e colaborar de alguma forma neste momento tão difícil para nós”, declarou o secretário de estado da Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo.

O translado teve início às 16h30 (horário local). Os pacientes foram embarcados em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que partiu da Base Aérea de Manaus com destino à capital da Paraíba. A expectativa é de que o voo chegue ao destino por volta das 23h (horário de Brasília).

Dos 15 pacientes transferidos na tarde deste domingo, 14 estavam internados no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo e um no Hospital 28 de Agosto. Em João Pessoa, os pacientes serão encaminhados para o Universitário Lauro Wanderley.

A transferência dos pacientes é feita por meio de classificação de risco do protocolo de Manchester, que estabelece as prioridades de atendimento de acordo com a gravidade dos casos. O paciente que for transferido deve apresentar sinais vitais (frequência cardíaca, respiratória e pressão arterial) em estabilidade, além de assinar um termo de consentimento para a transferência.

Acompanhamento – Durante o translado, uma equipe formada por sete profissionais de saúde se encarrega de garantir total assistência aos pacientes. A aeronave, com capacidade original para 40 lugares, foi adaptada para receber equipamentos e insumos hospitalares, dando total segurança e estabilidade durante a locomoção.

FOTO: Tiago Corrêa

-publicidade-