Take a fresh look at your lifestyle.

Covid-19 – Manaus intensifica chamada de grupos prioritários para vacinação

-publicidade-

Com o objetivo de concluir a vacinação dos grupos prioritários da etapa atual da campanha de imunização contra a Covid-19, na capital, a Prefeitura de Manaus está intensificado o chamado aos trabalhadores da saúde e idosos de 70 anos ou mais, não vacinados. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ainda aguarda 9,2 mil trabalhadores da saúde e 10,2 mil idosos para alcançar a meta de vacinar 90% de cada um desses grupos prioritários, conforme definido pelo Ministério da Saúde.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, informa que oito postos de vacinação, distribuídos em todas as zonas geográficas da cidade, permanecem abertos das 9h às 16h para receber os que ainda não tomaram a primeira dose da vacina. “Queremos concluir esta etapa, contemplando todos os que estão nos grupos prioritários da fase atual da campanha, para avançar em novas etapas com o mínimo de sobreposição de públicos, conforme nos determinou o prefeito David Almeida”.

De acordo com a secretária, o município já vacinou, com a primeira dose, 47,9 mil trabalhadores da saúde. O número corresponde a 75% dos 56,9 mil que devem ser vacinados nesse grupo prioritário. Entre os que têm 70 anos ou mais foram vacinadas 52,7 mil pessoas, ou seja, 84% da meta calculada de 62,9 mil residentes em Manaus nesta faixa etária.

No grupo dos idosos, o extrato com maior participação na campanha de imunização são os de 80 anos ou mais. Destes, 92%, ou 16,8 mil, já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A segunda maior participação é a dos idosos de 75 a 79 anos, com 86% de vacinados. E a terceira, a dos que têm entre 70 e 74 anos, com 77% de participação.

“Estamos próximos da meta e temos vacina suficiente para atender a todos desses grupos prioritários, uma vez que as remessas enviadas pelo Ministério da Saúde vêm contadas para o atendimento específico da população-alvo definida para cada etapa da campanha”, explica Shádia. A secretária destaca a segurança dos imunizantes e a vacinação como a estratégia mais eficaz para proteger a população e frear o ritmo da pandemia. “É a arma que a ciência nos oferece e graças ao Sistema Único de Saúde, o SUS, os brasileiros têm acesso gratuito às vacinas, e faremos a ampliação gradativa dos públicos de acordo com a disponibilidade de mais vacinas”.

Os postos de vacinação funcionam na modalidade drive-thru, com vacinação no próprio veículo, e também contam com pontos fixos para aqueles que não forem ao local de carro. Apenas as pessoas que estiverem com síndromes gripais e outras doenças na fase aguda não devem se vacinar e precisam esperar a plena recuperação da saúde.

Para ser vacinado, o usuário deve apresentar documento de identidade original, com foto, e CPF. Além disso, os trabalhadores da saúde devem estar relacionados nas listas oficiais das secretarias de Saúde do município (Semsa) e do Estado (SES-AM), Caso contrário, devem comprovar vínculo com o serviço de saúde, por meio de contracheque e preencher uma autodeclaração em que se responsabilizam pela informação de atendimento aos critérios exigidos para receber a vacina.

A Semsa também já iniciou a aplicação da segunda dose para os que receberam o imunizante CoronaVac, distribuído pelo Instituto Butantan, para o qual o prazo entre as duas doses é de até 28 dias.

Endereços dos postos em funcionamento:

Idosos e profissionais de saúde

Zona Norte

Complexo de Treinamento de Direção Veicular do Detran – AM

Avenida Arquiteto José Henriques Rodrigues, 962 – Colônia Terra Nova.

Zona Sul

Universidade Paulista (Unip)

Avenida Mário Ypiranga, 4.390 – Parque 10 de novembro

Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Avenida Silves, 2.222- Crespo

Zona Leste

Sesi – Clube do Trabalhador

Avenida Cosme Ferreira, 7.399 – São José I

Zona Oeste

Balneário do Sesc

Avenida Constantinopla, 288 – Alvorada

Zona Norte/Leste

Shopping Phelippe Daou

Avenida Camapuã, 2.939 – Cidade de Deus

Postos exclusivos para os profissionais de saúde

Zona Centro-Oeste

Centro de Convenções – Sambódromo

Avenida Pedro Teixeira, 2.565 – Dom Pedro

Zona Sul

Hospital Beneficente Português – apenas para a segunda dose

Avenida Joaquim Nabuco, 1.359 – Centro

Zona Centro-Sul

Escola de Enfermagem/Ufam

Rua Teresina, 495, Adrianópolis

Texto – Andréa Arruda / Semsa

Foto– João Viana / Arquivo Semcom

-publicidade-