CPI da Covid abre sessão na qual ouvirá Regina Célia Oliveira

A compra da vacina Covaxin voltou a ser o principal alvo de investigação na CPI

Por Estadão Conteúdo

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid iniciou pouco antes das 10h desta terça-feira, 6, a sessão para ouvir a servidora Regina Célia Silva Oliveira, do Ministério da Saúde, fiscal do contrato com a Bharat Biotech para compra da vacina indiana Covaxin.

A compra da vacina Covaxin voltou a ser o principal alvo de investigação na CPI. Os senadores suspeitam de um esquema de corrupção no governo do presidente Jair Bolsonaro. Uma das controvérsias é o preço do imunizante, que passou de US$ 10 para US$ 15 por dose após o Ministério da Saúde dar início às negociações.

Em depoimento na CPI, no último dia 25, o servidor Luis Ricardo Miranda, do Ministério da Saúde, afirmou que a importação da Covaxin foi autorizada por Regina Oliveira mesmo após irregularidades nas informações da negociação.

Além da CPI, a compra da Covaxin é investigada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pela Controladoria-geral da União (CGU) e criminalmente pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal. O contrato para compra de 20 milhões de doses ao custo de R$ 1,6 bilhão foi suspenso na semana passada, após recomendação da CGU.

Foto: Pedro França/Agência Senado

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil