CPI da Pandemia: irmãos Miranda vão depor nesta sexta-feira (25) sobre denúncias na compra da Covaxin

Negociação está sob suspeita por conta do alto valor unitário das vacinas e por ter tido participação de uma empresa intermediária

Nesta sexta-feira (25), às 14h, a CPI da Pandemia ouvirá os depoimentos de Luis Ricardo Fernandes Miranda, servidor do Ministério da Saúde, e de seu irmão, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF). O motivo são as denúncias que eles fizeram sobre possíveis irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin pelo governo federal.

Luis Ricardo Miranda é chefe de importação do Departamento de Logística do Ministério da Saúde e relatou ao Ministério Público Federal e à imprensa ter recebido pressões para acelerar o processo de compra do imunizante. A negociação está sob suspeita por conta do alto valor unitário das vacinas e da participação de uma empresa intermediária, a Precisa Medicamentos.

O requerimento de convocação dos depoentes foi do relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), que junto ao presidente da CPI, Omar Aziz (PSD- AM), relataram preocupação com a segurança dos depoentes. Aziz solicitou à Polícia Federal proteção para os irmãos. O governo federal, por outro lado, nega qualquer irregularidade na compra da Covaxin. Fonte: Brasil 61

#Covid-19 #CPI da Covid #Política #Saúde #Vacina