As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

CPI da Saúde revela nome de empresário por trás da Norte Serviços

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde revelou, na tarde desta terça-feira (28), que o verdadeiro dono da Norte Serviços se chama Frank Andrey Gomes de Abreu. A declaração foi feita logo após o senhor Vitor Vinícius Souto, legalmente apontado como ex-proprietário da empresa, negar respostas às questões levantadas pela CPI durante depoimento. De acordo com membros titulares, o empresário é quem se intitula responsável pela empresa e, inclusive, é a pessoa que realiza as cobranças junto à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam). Requerimento de convocação do senhor Frank foi aprovado, ainda nesta terça-feira, e depoimento deve ser confirmado para a próxima semana.

“O silêncio do senhor Vinícius só nos confirmou que ele não é o verdadeiro proprietário da Norte Serviços Médicos. Um rapaz de 23 anos, que mora em Coari, e que não sabe nada sobre a empresa. Para fechamento das investigações em relação à empresa – uma das muitas que prestam serviço por processo ilegal, nós estamos convocando o senhor Frank Abreu, que se coloca sempre como proprietário quando vai à Susam e a outros órgãos para, inclusive, exigir pagamento”, afirmou o presidente da CPI, deputado estadual Delegado Péricles (PSL).

Segundo o parlamentar, as investigações mostraram que o senhor Frank tem repassado a empresa para pessoas próximas, inclusive familiares, no intuito de esconder sua identidade no processo ilegal. “O depoente de hoje comprou a Norte da senhora Nayla Tereza de Moraes da Silva, esposa do Frank Abreu, em outubro de 2019; e depois vendeu para a senhora Criselídea Bezerra, que é sogra também do senhor Frank, em fevereiro de 2020. Em 2018, as senhoras Criselídea e Nayla eram sócias da empresa, ou seja, está claro que o senhor Vitor é um laranja que foi usado pelo senhor Frank Abreu para ficar um período como proprietário da empresa”, continuou.

Péricles afirmou, ainda, que todos os elementos probatórios coletados pela CPI serão entregues, logo após fechamento, ao Ministério Público, a fim de que o órgão responsabilize criminalmente a quem deve de direito.

A CPI retoma agenda de depoimentos nesta quinta-feira (29), com depoimento da ex-gerente de compras, Narelda da Silva Barros, às 15h; e do ex-secretário adjunto de Atenção Especializada do Interior, Edivaldo da Silva, às 16h30. Já na sexta-feira (30), serão ouvidos a ex-secretária executiva do Fundo Estadual de Saúde (FES), Maria de Belém Martins Cavalcante, às 14h; e médico responsável pelos exames de Colposcopia / Conização, João Carlos dos Santos, às 16h. Todos foram convocados para esclarecer indícios de irregularidades na prestação do serviços de Medicamentos no Serviço de Diagnóstico e Tratamento das Lesões Precursoras do Câncer de Colo de Uterino, prestado pela empresa Norte Comercial Distribuidora de Medicamentos no interior do Amazonas, em 2017.

Texto: Assessoria do Deputado