As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Criação da primeira área estadual de proteção do Sauim-de-coleira é discutida em evento em alusão à espécie

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), em parceria com o Instituto Sauim-de-coleira, realizou um encontro com estudantes, pesquisadores da espécie e sociedade civil para apresentar a proposta de criação da primeira Área de Proteção Ambiental (APA) estadual em prol da conservação do primata símbolo do Amazonas – Sauim-de-coleira (Saguinus bicolor). A reunião ocorreu na manhã desta sexta-feira (18/8), no auditório senador João Bosco, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), e anunciou o início das consultas públicas para a criação da APA, proposta para os municípios de Rio Preto da Eva e Itacoatiara.

O encontro apresentou para a população a proposta que visa o desenvolvimento de atividades sustentáveis nos municípios de Rio Preto da Eva e Itacoatiara aliado à conservação da espécie. De acordo com o secretário estadual do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, a APA vai beneficiar os comunitários na promoção de ações que ajudem o meio ambiente e promovam o crescimento econômico.

“A Sema tem definido estratégias para garantir a conservação e preservação de uma espécie que está criticamente ameaçada. Primeiro porque ela é uma espécie endêmica que existe nos municípios de Rio Preto da Eva e Itacoatiara, que são áreas de expansão econômica no nosso estado, que acabam avançando no habitat do sauim. Hoje iniciamos as consultas públicas nos municípios envolvidos com a criação da primeira área estadual de proteção do sauim, para que possamos garantir, junto à comunidade e prefeituras, uma ação de ordenamento territorial que beneficie crescimento econômico com conservação ambiental, além da melhoria da qualidade de vida”, destacou o titular da Sema.

A agenda é resultado do trabalho da Sema, Instituto Sauim-de-coleira e Comissão de Meio Ambiente, Proteção aos Animais e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa do Estado (Caama/Aleam). Estiveram presente o titular da Sema, Eduardo Taveira, os secretários municipais de Meio Ambiente do Rio Preto da Eva e Itacoatiara, Gilson Costa e Lúcio Barros, respectivamente; além do representante do Ipaam, Marcelo Garcia, do presidente do Instituto Sauim-de-coleira, Wilson Spironello; do diretor executivo do Instituto Sauim-de-coleira, Maurício Noronha, e do membro fundador do Instituto Sauim-de-coleira, Victor Fasano.

Ligação com a espécie – Na ocasião, o ator, ativista socioambiental e membro fundador do Instituto Sauim-de-coleira, Victor Fasano, relatou seu envolvimento com a espécie amazônica. “Todos os seres vivos que dividem o mundo conosco têm direito à vida e todos eles têm sua função no meio ambiente. Esse macaco (Sauim-de-coleira) existe, e é um dos primatas mais raros do mundo, cumprindo seu papel de disseminar sementes e comer insetos. Eu trabalho com essa espécie há 40 anos, quando eu criava em cativeiro, e tinha um sucesso imenso, mas, devido ser uma espécie amazônica, sofria muito com o clima de São Paulo. Me apaixonei pela espécie e venho lutando para que essa área seja criada no local onde ele vive”, destacou Victor Fasano.

Pré-consulta em Itacoatiara para criação da área – Neste sábado (19), a Sema estará presente na zona rural do município de Itacoatiara para realizar uma pré-consulta com os moradores da região sobre a criação da APA do Sauim. Na oportunidade, os comunitários poderão esclarecer dúvidas e ampliar a discussão sobre a criação da APA. A consulta prévia será realizada às 10h, na Quadra de Esporte Roberto Nobre Pessoa, localizada na Vila do Engenho Paraná da Eva, e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do município.

O secretário de Estado do Meio Ambiente ressaltou a importância da sensibilização da população na luta em defesa da espécie . “É importante orientar a população e as empresas para a conservação da espécie. A construção dessa unidade de conservação surgiu a partir da demanda popular e, agora, estamos na consulta pública para definirmos as áreas de composição do corredor e sem grandes impactos na vida da população. É um processo participativo que todos podem se engajar”, disse Taveira.

APA do Sauim – A área estudada para se transformar em unidade de conservação estadual compreende parte dos municípios de Rio Preto da Eva e Itacoatiara, no médio e baixo interflúvio das bacias do rio Preto da Eva e rio Urubu com uma área de 211.020 hectares.

A proposta para criação da UC, de categoria de Uso Sustentável, foi uma demanda da sociedade civil, apoiada pelo poder público, por meio da Campanha “Salve o Sauim”. Foi instituído um Grupo de Trabalho (GT) pela Sema, composto de representantes da academia, sociedade civil e técnicos da secretaria, que executou o estudo que subsidia a proposta.

A APA, categoria proposta pelo estudo, permite a utilização dos recursos naturais, seguindo o plano de gestão da área. É uma área com ocupação humana, tendo como objetivos básicos proteger a diversidade biológica, disciplinar o processo de ocupação e assegurar o uso sustentável dos recursos naturais.

FOTO: RICARDO OLIVEIRA/IPAAM

você pode gostar também