25.3 C
Manaus
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Criança de 2 anos morre vítima de dengue em Manaus, confirma Secretaria Municipal de Saúde

Na tarde desta terça-feira (6), a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa) divulgou a triste notícia da morte de uma criança de apenas 2 anos, vítima da dengue. O óbito ocorreu no dia 25 de dezembro do ano passado, porém, só foi confirmado na semana passada e será contabilizado nas estatísticas do ano de 2023.

A cidade de Manaus, capital do Amazonas, tem enfrentado um aumento preocupante nos casos da doença. Até o momento, em 2024, não foram registradas mortes pela dengue no estado. No entanto, três óbitos estão em investigação, sendo um em Manaus, outro em Lábrea e mais um em Coari, conforme dados divulgados pelo Painel de Monitoramento do Ministério da Saúde.

Em Lábrea, a Secretaria de Saúde informou que a vítima que faleceu na cidade era um paciente do sexo masculino, com 88 anos. Ainda não foram divulgados maiores detalhes sobre os casos em investigação nas demais regiões.

Os números da doença em Manaus são alarmantes. Até o dia 3 de fevereiro, o número de novos casos confirmados alcançou a marca de 820. Esses casos foram diagnosticados por critérios laboratoriais, clínicos e/ou clínico-epidemiológicos, conforme informado pela Semsa.

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti e pode causar sintomas graves, como febre alta, dores no corpo, dor de cabeça e manchas vermelhas na pele. É de extrema importância que a população esteja atenta aos cuidados para evitar a proliferação do mosquito, como eliminar focos de água parada e utilizar repelentes.

A Semsa reforça a importância da conscientização e prevenção, principalmente nesse momento em que Manaus enfrenta um aumento nos casos de dengue. Medidas de combate ao mosquito devem ser adotadas por todos, a fim de proteger a saúde da população, em especial das crianças, que são mais vulneráveis aos efeitos da doença.

A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus continua monitorando ativamente a situação e trabalhando em conjunto com órgãos de saúde para controlar a disseminação da dengue no município.

spot_img