Pousada Uacari é empreendimento pioneiro no país (Foto: Everson Tavares

Autonomia das comunidades na gestão da atividade turística é principal foco do curso, que acontecerá de 15 a 19 de outubro em Tefé

Pousada Uacari é empreendimento pioneiro no país (Foto: Everson Tavares)

Foram abertas hoje (30) as inscrições para o “Curso de Multiplicadores: Planejamento e Gestão em Turismo de Base Comunitária”, onde será compartilhada a experiência do Instituto Mamirauá na gestão da Pousada Uacari, um dos projetos pioneiros de Turismo de Base Comunitária no Brasil. O curso acontecerá de 15 a 19 de outubro no município de Tefé e na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, a cerca de 500km de Manaus, no estado do Amazonas.

Os participantes irão aprender sobre a comercialização, promoção e o monitoramento de impactos de turismo de base comunitária, modelo turístico que visa garantir o aumento de renda e qualidade de vida às comunidades locais alinhado à conservação dos recursos naturais.

A programação também inclui uma visita à Pousada Uacari, localizada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, que é uma das principais áreas de atuação do instituto. No local, serão abordadas diversas temáticas dos setores de lazer, alimentação hospedagem e organização comunitária para o turismo.

O treinamento é voltado a técnicos de grupos e instituições com atividade de turismo de base comunitária em desenvolvimento e com interesse em trabalhar a sustentabilidade e o fortalecimento comunitário nos respectivos programas. De acordo com os organizadores, o curso é feito para “pessoas que possam captar os principais aspectos das experiências adquiridas com a gestão compartilhada da Pousada Uacari e aplica-los nos locais de origem”.

Pousada Uacari

Há 20 anos o Programa de Turismo de Base Comunitária do Instituto Mamirauá assessora comunitários no gerenciamento da Pousada Uacari, empreendimento criado para promover o desenvolvimento econômico e social das comunidades envolvidas e a conservação da biodiversidade amazônica através da atividade turística.

Em 2018, a pousada foi finalista do prêmio “Tourism for Tomorrow”, um dos maiores títulos internacionais da área. O empreendimento já gerou mais de R$3,5 milhões e beneficiou cerca de 750 pessoas.

Inscrições

Os interessados devem se candidatar até o dia 15 de julho. A divulgação dos selecionados será no dia 19 de julho. As instruções estão especificadas no edital, que pode ser acessado ao clicar aqui.

O “Curso de Multiplicadores: Planejamento e Gestão em Turismo de Base Comunitária” é realizado pelo Instituto Mamirauá, organização social fomentada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com apoio da Fundação Gordon e Betty Moore.

Texto: Júlia de Freitas