As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Curso reforça ações de agentes para o combate de endemias

Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes de Controle de Endemias (ACE) e diretores das unidades fluviais do rio Negro e rio Amazonas, atendidos pelo Distrito de Saúde Rural (Disar), da Prefeitura de Manaus, estão participando de um Curso de Atualização em Doenças de Transmissão Vetorial, coordenado pela Escola de Saúde Pública (Esap) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz).

Com carga horária de 40 horas, o curso recebeu inscrições de 53 servidores da Semsa. O objetivo da capacitação, que teve início na última segunda-feira, 30/9, é incorporar novas estratégias às ações destinadas à prevenção e controle de doenças vetoriais. O encerramento será na próxima sexta-feira, 4/9, na sede da FioCruz, situada na rua Teresina, bairro Adrianópolis, zona Centro-sul.

No treinamento estão sendo apresentadas as dinâmicas de transmissões vetoriais passíveis de intervenções em nível de Atenção Básica como dengue, doença de chagas, leishmaniose e malária, fomentando a importância da incorporação de estratégias e ações destinadas à prevenção e controle de doenças.

Segundo o técnico de enfermagem Roberto Gonçalves dos Santos, diretor da Unidade Básica de Saúde Rural (UBSR) Cuieiras, para manter baixo o índice de diagnósticos de ribeirinhos com malária é preciso sempre se manter atualizado por meio das estratégicas de prevenção.

“Essa é uma oportunidade de reforçar as ações preventivas que desenvolvemos nas comunidades ribeirinhas. O que aprendermos aqui, a intenção é levarmos para onde atuamos, sempre com o propósito de oferecer o melhor para a população”, ressalta Roberto.

O ACS Vanderlan Mendonça, que atua na UBSR Bom Sucesso, conta que a capacitação está oferendo uma oportunidade de ampliar o conhecimento sobre assuntos que tratam diariamente. “Essas atualizações são fundamentais para nós, que todos os dias temos o compromisso de levar informação de prevenção para a população, sempre com a missão de controlar doenças como a dengue e malária”, destaca.

O curso

Como parte do Projeto Qualifica SUS, que oferece qualificação gradual do corpo técnico de Saúde dos municípios do Amazonas, o curso é um piloto do projeto que a Fiocruz e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) vêm coordenando desde maio de 2019.

Texto – Jean Holanda / Semsa

Foto – José Nildo / Semsa

você pode gostar também