Take a fresh look at your lifestyle.

Custo da construção em janeiro subiu 0,27% em Janeiro

-publicidade-

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,27% em janeiro, ficando 0,42 ponto percentual (p.p.) acima da taxa de dezembro de 2017. O acumulado nos últimos doze meses ficou em 1,32%, resultado pouco abaixo dos 4,73% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em janeiro de 2016 o índice foi -0,20%.

O custo local da construção, por metro quadrado, que em dezembro de 2017 estava em R$ 1.031,12, passou em janeiro para R$ 1.033,87, sendo R$ 568,96 relativos aos materiais e R$ 464,91 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou variação de 0,89%, subindo em relação a dezembro de 2017.

Já o valor da mão de obra apresentou variação de -0,49%, caindo em relação a dezembro de 2017. Comparando com janeiro de 2017 (R$427,00), a variação fica ainda mais evidente 8,87%.

Região Sudeste registra maior variação mensal em janeiro

Com variação de 0,46%, a região Sudeste apresentou maior alta entre as grandes regiões. Já a menor taxa foi observada na região Centro-Oeste, -0,13%, que apresentou índices negativos em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,12% (Norte), 0,27% (Nordeste) e 0,13% (Sul).

Quanto aos custos da construção, os valores, em dezembro, por metro quadrado foram: R$ 1.066,91 (Norte); R$ 994,66 (Nordeste); R$ 1.116,94 (Sudeste); R$ 1.106,85 (Sul) e R$ 1.081,68 (Centro-Oeste).

Em janeiro, Rio Grande do Norte registra a maior alta

Com variação de 2,17%, influenciada pelo reajuste salarial do acordo coletivo, o Rio Grande do Norte foi o que apresentou a maior variação entre os estados.

FONTE: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Índices de Preços.

-publicidade-