Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

David Almeida reúne com representantes do comércio local

Objetivo foi ouvir demandas e sugestões

O prefeito de Manaus, David Almeida, participou na tarde desta segunda-feira (01), de uma reunião virtual com representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), e de outras entidades representativas do comércio, ocasião em que se colocou à disposição para ouvir demandas e adotar medidas econômicas que beneficiem empresários e a população neste momento de pandemia.

“Quem tiver alguma ideia, sugestão, pode trazer para mim, pois com certeza se a ideia for melhor que a minha, vou adotar aquela que for melhor para Manaus. Estou aberto a sugestões, até porque estou aqui com pessoas muito experientes, e vocês têm os caminhos, pois já passaram por eles, e eu quero ser um prefeito que ouve a população e resolve seus problemas”, disse David.

Entre as principais pautas tratadas durante a reunião estavam o pagamento do projeto “Auxílio Manauara”, o pedido de revisão do reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e a liberação das obras na rua João Valério, zona Centro-Sul.

O Auxílio Manauara injetará no mês de março, na economia local, R$ 16 milhões, com as duas parcelas que serão pagas, a primeira no dia 5 e a segunda no dia 31. “Esse benefício vai ajudar na distribuição de renda da nossa cidade, com R$ 200 para as 40 mil famílias contempladas. Em janeiro nós já pagamos o ‘Nossa Merenda’ (auxílio de R$ 150), para 26 mil famílias de alunos matriculados na rede municipal, outro benefício para população”, comentou David.

O representante da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas (Fecomércio-AM), Adelson Albuquerque, parabenizou a disposição e a sensibilidade do prefeito em ajudar o setor e a população mais carente, afetados pela pandemia do novo coronavírus.

“Esses auxílios emergenciais são superimportantes, para tirar um pouco da miséria e da crise social que vem pela pandemia, pelo fechamento do comércio, e pelo desemprego que veio como consequência. A vacina vai restabelecer a estabilidade da economia, e sua atitude em apressar a imunização é louvável”, enfatizou Albuquerque.

Sobre a revisão do reajuste do IPTU, o prefeito informou que está nas últimas tratativas legais, para revogar um reajuste concedido por uma lei da gestão anterior. “Qualquer medida econômica que aumente os impostos para que a população pague, neste momento de pandemia, é inviável, insustentável diante do momento econômico que estamos passando, estamos buscando tornar sem efeito a lei da gestão anterior, que concedeu reajuste de 40% no IPTU do setor comercial e industrial”, destacou David Almeida.

Quanto à liberação da rua João Valério, outro pleito dos empresários, a obra será entregue nos próximos dias, dependendo das condições climáticas. A via, que está interditada desde 17/2, por conta do rompimento de uma tubulação antiga, já está pronta para receber o asfaltamento.

O prefeito destacou ainda que a reabertura total do comércio depende da vacinação da população, e de condições que não estão atreladas exclusivamente à gestão municipal, mas que as tratativas para recebimento de doses do Ministério da Saúde, e para aquisição de novas vacinas, já estão bem avançadas. “Estamos enxugando nossas despesas, para ter os recursos e fazer esse planejamento da reabertura total da economia e das atividades na nossa cidade”, informou David.

Imagem – Dhyeizo Lemos / Semcom

-publicidade-