Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Defensoria nomeia nove defensoras e defensores públicos para reforçar atendimento no interior do Amazonas

Nomeações tornarão possível implantação de mais polos da instituição no interior

O defensor público geral do Amazonas, Ricardo Paiva, nomeou mais nove defensoras e defensores públicos, nesta segunda-feira (08/03). As nomeações foram publicadas em portaria no Diário Oficial Eletrônico da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), disponível no site da instituição. Os novos defensores e defensoras serão designados para atuação em polos do interior, fortalecendo o atendimento da DPE-AM nos municípios e possibilitando a implantação de mais polos.

“Com a posse de mais esse grupo de defensoras e defensores, poderemos dar seguimento a nosso plano de alcançar o maior número de municípios o mais breve possível, para cumprir nossa missão institucional, que é levar assistência jurídica integral à população que mais necessita. Hoje temos 121 defensores e defensoras, e passaremos a ter 130”, afirma o defensor geral, Ricardo Paiva.

Foram nomeados para o cargo de defensor público de 4ª Classe, Flávia Araújo da Silva; Bruna Costa de Farias; Camila Campos de Souza; Mariana Silva Paixão; Yaskara Xavier Luciano Lucena; Ana Laura Migliavacca de Almeida; Leandro Antunes de Miranda Zanata; André Azevedo Beltrão; e Candido Leonardo Mariano Costa Silva.

Avanços no interior – A gestão de Ricardo Paiva avançou no processo de interiorização da Defensoria, com a inauguração de mais dois polos no interior, em Maués e em Coari, em 2020. Com isso, a DPE-AM saiu de cinco polos para sete, alcançando um total potencial de 1,2 milhão de pessoas, em 34 municípios do interior. O Polo de Maués atende também Boa Vista do Ramos e o Polo de Coari alcança Codajás.

A atual gestão tem como meta instalar quatro polos no interior do Amazonas, em dois anos. A partir dos estudos feitos pela Defensoria, além de Maués e Coari, os próximos municípios a serem contemplados com polos são Lábrea e Manacapuru. São cidades estratégicas e que concentram um grande contingente populacional que precisa do atendimento da Defensoria.

Em 2020, a instituição seguiu focando a expansão dos seus atendimentos na capital e no interior. Dos mais de 400 mil atos de atendimento registrados em 2020, cerca de 70 mil são referentes ao interior.

Para efetivar a implantação dos novos polos no interior, Paiva realizou a posse de novos oito defensoras e defensores públicos em 2020. A posse foi realizada no dia 16 de outubro, em formato híbrido, em cumprimento às normas sanitárias da pandemia e as defensoras e defensores passaram a reforçar o atendimento da Defensoria.

FOTO: Clóvis Miranda/DPE-AM

-publicidade-