A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) solicitou à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio de ofício, reforço no policiamento durante manifestação popular que vai ocorrer à partir das 17h de sábado, 29/09, no Largo de São Sebastião.

A DPE foi procurada, via Núcleo Especializado em Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica (Naem), por mulheres que organizam o ato público do ‘Movimento Mulheres contra o Fascismo’ contra a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República.

O ato pretende alertar a população sobre as ideias defendidas por Bolsonaro, que o movimento considera como disseminação da violência e do preconceito e discriminação contra as mulheres e minorias como negros, indígenas e homosssexuais.

Por entender que o Brasil é um país democrático e que abriga conceitos como a liberdade de expressão a DPE-AM solicitou o reforço na segurança. “A livre manifestação é um direito popular e nós defendemos de forma intransigente que os direitos sejam respeitados e assegurados”, afirmou a defensora pública Caroline Braz, do Naem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here