Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Delegacia de Atos Infracionais cumpre mandados de busca e apreensão por estupro de vulnerável e homicídio

A Delegacia Especializada em Atos Infracionais (Deaai) cumpriu ao longo de quarta-feira (19/05), mandados de busca e apreensão em nome de dois adolescentes de 13 e 17 anos, por atos infracionais análogos aos crimes de estupro de vulnerável e homicídio. A ação ocorreu nos bairros Tancredo Neves e Flores, zonas leste e centro-sul, respectivamente.

Conforme a delegada Elizabeth, titular da Deaai, o adolescente de 13 anos cometeu um ato infracional por estupro de vulnerável no dia 25 de janeiro deste ano, que teve como vítima uma criança de oito anos. Segundo a delegada, o adolescente supervisionava a criança enquanto a mãe dela trabalhava, e aproveitava a ocasião para cometer os abusos.

“A criança começou a pedir para que a mãe não fosse trabalhar, o que causou desconfiança nela. Durante conversa com a filha, foi relatado os abusos. Sendo assim, a mulher pegou o aparelho celular do adolescente e descobriu que o mesmo filmava os atos. A mãe nos procurou e registrou a ocorrência, imediatamente acionamos o Conselho Tutelar e iniciamos às diligências”, detalhou a delegada.

Ainda durante a tarde de quarta-feira (19/05), as equipes da Deaai foram acionadas para cumprir outro mandado de prisão em nome de um outro adolescente de 17 anos, pelo ato infracional análogo ao crime de homicídio, que foi cometido no município de Manaquiri (distante 60 quilômetros de Manaus). De acordo com a delegada Elizabeth, ele estava morando na casa de uma tia no bairro Tancredo Neves, zona leste. “Ele inclusive já havia sido apreendido por tráfico de drogas”, relatou Elizabeth.

Procedimentos – O adolescente de 13 anos responderá por ato infracional ao crime de estupro de vulnerável e será encaminhado ao Centro Socioeducativo Senador Raimundo Parente no bairro Cidade Nova, zona norte.

Já o adolescente de 17 anos responderá por ato infracional análogo ao crime de homicídio e será levado à Unidade de Internação Provisória (UIP), no bairro Alvorada, zona centro-oeste.

FOTOS: Erlon Rodrigues/ PC-AM

-publicidade-