As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Deputada pressiona Governo pela nomeação de concursados da Secretaria de Segurança

Deputada/pressiona/Governo/nomeação/concursados/Secretaria de Segurança

Um total de 320 aprovados no concurso público do edital 001/2015 da Secretaria de Estado da Segurança (SSP-AM) aguarda a convocação do Governo que insiste em burlar a legislação com a manutenção de servidores temporários. O assunto foi tema de audiência pública na manhã desta terça-feira, 21 de fevereiro, na Comissão da Mulher, das Famílias e do Idoso da Assembleia Legislativa do Amazonas. Realizada no auditório Cônego Azevedo, a atividade foi uma iniciativa da deputada estadual Alessandra Campêlo (PMDB), em parceria com o deputado Luiz Castro (Rede).
A audiência pública contou com representantes do concursados, do Legislativo, do Ministério Público e da Secretaria de Estado da Administração e Gestão (Sead). No entanto, a SSP-AM não enviou nenhum integrante para discutir o assunto na Casa Legislativa.

Para a presidente da comissão dos concursados, Ana Clara Araújo, a maior preocupação é com o prazo de vencimento do concurso, prevista para o mês de julho. Os aprovados chegaram a fazer um treinamento no início do ano passado, no entanto, até hoje não tiveram suas nomeações confirmadas pela SSP-AM.

“A nossa reivindicação é de uma posição do Governo quanto a nossa nomeação, principalmente porque já fizemos o treinamento e não fomos chamados como estava previsto inicialmente para maio do ano passado. Enquanto isso, cerca de 600 temporários ocupam as nossas vagas”, denunciou Ana Clara, acrescentando que entre os aprovados muitos deixaram seus empregos na iniciativa privada na esperança do ingresso no serviço público.

A deputada Alessandra ouviu todas as demandas dos concursados ao lado das autoridades presentes e finalizou a reunião com o anúncio de três encaminhamentos. Segundo ela, serão agendadas por intermédio do Poder Legislativo reuniões no Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público de Contas e Secretaria de Segurança Pública. Para os deputados, a pressão da Assembleia e a mobilização dos concursados é a única maneira de fazer o Governo cumprir sua obrigação.

Para Alessandra, existe também uma questão econômica a ser levada em consideração para que o Governo do Estado chame os concursados da SSP-AM.

“É difícil entender por que o Governo não chama os aprovados, pois contratar os concursados sai muito mais barato do que manter o contrato com os terceirizados”, comentou a deputada.

você pode gostar também