rottoO deputado federal Marcos Rotta (PMDB) anunciou, neste domingo (1), após a solenidade de posse do cargo, no Congresso Nacional, em Brasília (DF), que irá se reunir com deputados federais e senadores dos estados da região Norte para criar uma frente parlamentar de apoio à recuperação da BR-319, que liga Manaus a Porto Velho (RO).

As obras nesta rodovia, construída pelos militares na década de 1960, estão paradas há pelo menos três décadas, por causa de impedimentos junto ao Ministério do Meio Ambiente. Dos 877 quilômetros de pista, mais da metade está em situação precária de tráfego.

Segundo Rotta, o projeto tem o apoio do senador Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia, estado que também quer a melhoria da BR-319. Nos próximos dias, ele irá buscar apoio junto aos colegas parlamentares. “O Brasil tem uma dívida com a população, que necessita da BR-319. Queremos o fim do isolamento do Amazonas por via terrestre. A estrada recuperada garantiria à Zona Franca de Manaus (ZFM) o escoamento da produção industrial por terra e a redução no preço dos produtos para o consumidor final. Os municípios do interior do Amazonas que permeiam a estrada também vão se beneficiar”, afirmou.

Expedição

No fim do ano passado, Marcos Rotta, ainda como deputado estadual, percorreu centenas de quilômetros da BR-319 e constatou os riscos que a estrada oferece para quem trafega por ela. Além dos buracos, pontes quebradas, lama e trechos com alto risco de deslizamento de terra impedem o tráfego de veículos pesados. Ele fotografou trechos da estrada, coletou depoimentos e expôs a situação da rodovia na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

“Encontramos uma rodovia fantasma, sobretudo no trecho complicado até Humaitá, chamado de ‘meião’, onde existem mais de 106 pontes que nós ultrapassamos em condições muito perigosas, algumas ficaram destruídas logo após a nossa passagem. Na estrada há muito barro, atoleiro e ninguém às margens”, disse Rotta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here