Take a fresh look at your lifestyle.

Deputados do DEM articulam-se e impedem votação abrupta das contas de Dilma na CMO

-publicidade-

Em mais uma ação coordenada da oposição, os deputados do Democratas uniram-se nesta quarta-feira e impediram a votação abrupta das contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff/PT na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

“O TCU (Tribunal de Contas da União) rejeitou as contas, apontando 12 irregularidades, mas o governo acionou sua tropa de choque para aprovar a matéria sem a devida e necessária discussão”, afirmou o líder do DEM na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM).

“O PT e seus aliados não passarão por cima da Câmara e do Senado, caixas de ressonância dos brasileiros que estão fartos da irresponsabilidade deste governo porque não têm emprego, enfrentam a inflação e são surpreendidos, a cada dia, por mais um escândalo de corrupção”, completou.

Mantiveram-se firmes contra a estratégia do governo, a deputada professora Dorinha (TO) e os deputados Moroni Torgan (CE) e Elmar Nascimento (BA). PSDB, PPS e Solidariedade uniram-se aos Democratas na obstrução.

Os parlamentares questionaram o fato de o presidente da CMO, deputado Jaime Martins (MG), ter descumprido o regimento interno da Casa e aberto a sessão da comissão sem a presença mínima de senadores.

-publicidade-