Take a fresh look at your lifestyle.

Deurick exalta raça do Manaus FC diante do CSA: “orgulho desse grupo”

-publicidade-

Tendo como principal meta da temporada uma das quatro vagas para a Série C do Brasileirão de 2019, o Manaus FC começa a experimentar emoções que só os gigantes da bola vivenciam. Na noite desta quarta-feira, 7 de fevereiro, a equipe amazonense fez um jogo espetacular diante do CSA, pela primeira fase da Copa do Brasil 2018. O empate por 2 a 2 na Arena da Amazônia deu a classificação para o time alagoano, que vai enfrentar o São Paulo na próxima fase.

“Não tenho do que reclamar. Todos foram guerreiros, foram homens, tenho muito orgulho desse grupo. Tem coisas que só Deus explica e Ele, com certeza, tem planos muito maiores para todos nós”, disse o zagueiro, que marcou um golaço de perna esquerda no primeiro tempo.

Deurick foi protagonista de um drama coletivo vivido pelo Gavião do Norte na partida. Ele o goleiro Jonathan se chocaram num lance no início do segundo tempo. O defensor saiu com o joelho esquerdo inchado, enquanto o arqueiro foi levado para um hospital devido à forte pancada na cabeça. Milton e He-Man assumiram as posições.

Campeão da Série C de 2017 e participante na Série B de 2018, o time de Alagoas mostrou porque é uma das grandes forças do Nordeste na atualidade. Empatou ainda no primeiro tempo com Giva. Só que aos 20 minutos do segundo tempo o meia Hamilton fez um gol antológico na Arena da Amazônia ao matar a bola no peito e encobrir o goleiro Mota: 2 a 1.

O problema foi que, na comemoração, o “Ibrahimovic da Amazônia” levantou a camisa e pegou o segundo cartão amarelo. O árbitro Vanderlei Soares de Macedo (DF) virou vilão da torcida ao expulsar o craque oriundo dos campos de pelada da Zona Leste de Manaus. Castigo para os fãs do futebol bem jogado, mas principalmente para os companheiros de time.

O adversário foi para cima do Gavião do Norte e conseguiu o empate num lance de escanteio completado pelo zagueiro Leandro, aos 42 minutos. A equipe da casa ainda teve a chance de se classificar numa cobrança de pênalti, mas Nena bateu fraco e o goleiro Mota virou o herói da noite ao defender em dois tempos.

Agora o Manaus FC concentrará as forças na Copa Verde. Na próxima quarta-feira, dia 14, o time vai a Belém enfrentar o Remo pela partida de volta da primeira fase. Como venceu por 2 a 0 na ida, o representante do Amazonas pode até perder por um gol de diferença para avançar na competição regional.

-publicidade-