Dia dos Namorados: mais de 50% dos casais pretendem presentear nesta data, diz pesquisa

Gérlio Figueiredo, especialista em negócios, demonstra confiança nas vendas do varejo

Um recente levantamento feito pela All IN, Social Miner e Opinion Box, revela que 53% das pessoas pretendem presentear alguém neste Dia dos Namorados. Isso demonstra que, mesmo com a pandemia, os casais não pretendem deixar a data passar em branco.

Para o especialista em negócios Gérlio Soares Figueiredo, essa empolgação pode trazer bons frutos para a economia, visto que a data é a terceira que mais movimenta a economia do país. “Só fica atrás do Dia das Mães e Natal, portanto, essa é uma ótima oportunidade para os varejistas e comerciantes no geral”, disse o especialista.

Ainda segundo a pesquisa, Moda e Acessórios aparece como categoria favorita para presentear, seguida por Beleza e Cosméticos e Eletrônicos e Informática. Separando por gênero, 19% das mulheres vão optar por presentear itens de esportes e 29% dos homens gostariam de surpreender com flores.

“É interessante que os vendedores façam um atendimento humanizado e personalizado para cada cliente, façam boas promoções e utilizem brindes”, completa.

Frete baixo

A pesquisa, que ouviu quase 2 mil brasileiros, também aponta que 52% deles só vão efetuar a compra se o frete estiver vantajoso. Para tanto, Gérlio aconselha que os comerciantes sejam mais flexíveis. “As pessoas que tiverem que passar a data longe dos cônjuges, com certeza vão precisar de uma empresa que ofereça serviços de entregas. Então, os varejistas podem até optar por diminuir o valor da entrega ou oferecer de forma gratuita.”, disse o especialista.

Para ter acesso a pesquisa completa, basta preencher esse formulário.

Sobre Gérlio Figueiredo

O empresário Gérlio Soares Figueiredo, já acumula vasta experiência em diferentes nichos de mercado, como transportes, construção civil, pecuária, factoring, indústria de vestuário e entretenimento. Empreendedor e dinâmico, Gérlio já possibilitou o emprego de aproximadamente 350 pessoas por todos os segmentos que passou.

Pixabay