Take a fresh look at your lifestyle.

Direção do Cetam reúne-se com o MEC e discute captação de recursos

-publicidade-

A direção do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) encontra-se em Brasília, participando de reuniões com equipes do Ministério da Educação (MEC). O diretor-presidente da instituição, Prof. Dr. José Augusto de Melo Neto, foi em busca da captação de recursos federais, visando o cumprimento das metas previstas para a educação profissional no Estado, em 2021 e 2022.

O professor José Augusto esteve na Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC, onde foi recebido pelo diretor de Articulação e Fortalecimento da Educação Profissional e Tecnológica, Sérgio Calderini. Também reuniu-se com o secretário de Relações Federativas e Internacionais (Serfi), Adriano Ponte, e com o secretário executivo do ministério, Cláudio Melo.

“Além da captação de recursos federais para atender as necessidades da educação profissional no Amazonas, nos próximos dois anos, sugeri alterações contextuais no mapa nacional de demanda por educação profissional. Assim, conseguiremos suprir as necessidades regionais do Amazonas”, informa o diretor-presidente.

Segundo o professor, retomar o diálogo com o MEC para o alinhamento de ações com o Governo Federal é um passo interinstitucional importante para que o Amazonas possa atender melhor a população e alcançar as metas educacionais estabelecidas. “O apoio da Serfi, por meio do secretário Adriano Ponte, é fundamental”, ressalta.

De acordo com o professor José Augusto, até 2022 serão ofertadas 300 mil vagas, divididas entre cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) e cursos técnicos de nível médio (Fortec) a todos os 62 municípios do estado. “Precisamos da captação de mais recursos voltados à educação profissional. Isso é possível com as parcerias, aportes de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) e mais projetos para o Cetam.”

Foto: Divulgação/Cetam

-publicidade-