Take a fresh look at your lifestyle.

Distúrbios do sono? Conheça 7 dicas para dormir melhor

-publicidade-

Estima-se que a cada três brasileiros, pelo menos um tem insônia; saiba como deixar essa estatística

Dormir bem é uma profunda questão de saúde física, mental e até emocional. No entanto, ainda que muitas pessoas não deem a devida importância a esse período de repouso do corpo e da mente, o fato é que noites mal dormidas podem afetar até mesmo a imunidade fisiológica.

Segundo um estudo da Associação Brasileira do Sono, em cada três brasileiros, pelo menos um tem insônia, isto é, um distúrbio caracterizado pela dificuldade de iniciar o processo de sono, manter-se dormindo ou acordar antes do horário planejado.

Entre as principais causas da insônia é possível destacar fatores psicofisiológicos, como expectativas, preocupações e estresse; além de fatores físicos como dores no corpo, uso de medicamentos e doenças respiratórias/reumáticas.

Contudo, é válido destacar que a insônia tem solução e até mesmo tratamentos médicos específicos. Em casos mais simples, a chamada “higiene do sono” pode resolver, sendo um processo de limpar tudo aquilo que atrapalha para o pegar no sono, veja:

1. Adote horários regulares

O corpo humano pede rotinas. Por isso, ainda que o dia a dia seja incomum, ter horário para dormir e acordar contribui para uma saúde do sono muito melhor.

2. Evite dormir durante o dia

Ter um período de cochilo é muito comum entre alguns brasileiros e amplamente difundido na Europa. No entanto, sonecas acima de 30 minutos prejudicam a noite de sono.

3. Realize atividades física pela manhã ou à tarde

A prática de atividade física é muito importante para a saúde física, emocional e do sono. No entanto, cuidado: o ideal é exercitar-se até seis horas antes de dormir.

4. Evite bebidas com cafeína à noite

Bebidas como café, chá preto, chá mate, refrigerante e energético contam com cafeína em sua composição. Essa substância fica circulando na corrente sanguínea, e impede o corpo de “desligar”. Por isso, o ideal é evitá-las até cinco horas antes de dormir.

5. Priorize uma dieta saudável

Uma boa alimentação impacta em todas as áreas da vida, inclusive no sono. Por isso, comer corretamente e contar com nutracêuticos, ou seja, nutrientes, vitaminas, minerais e outros compostos é um ótimo caminho para usufruir de noites muito mais tranquilas.

6. Diminua a exposição à luz durante a noite

Com o pôr do sol, o corpo humano começa a produzir melatonina, o hormônio que auxilia o organismo a se preparar para dormir. Por isso, lâmpadas fortes e a luminosidade de dispositivos podem atrapalhar essa produção e comprometer a qualidade do sono.

7. Evite brigar com a insônia

Evite se deitar sem sono. Ao invés disso, busque fazer uma atividade com pouca luz e que não provoque agitação, como ler ou assistir a um programa de TV. Aos poucos o sono irá aparecer. Se acordar novamente, a dica é voltar a essas atividades até o sono chegar.

Apesar das dicas, vale aqui um alerta: as insônias que persistem por mais de duas semanas são consideradas subagudas e exigem ajuda médica, pois podem se tornar um problema crônico. Portanto, procure ajuda.

-publicidade-