As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Dose fracionada de vacina não será aceita para quem vai fazer viajar para o exterior

Os brasileiros que têm viagem marcada para países que exigem certificado internacional de vacinação contra a febre amarela e ainda não se vacinaram só receberão o documento se tomarem a dose padrão (0,5 ml).

CERTIFICADO

A decisão consta de comunicado da Anvisa, órgão responsável por emitir o documento no Brasil. “Não será emitido CIVP [Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia], em hipótese alguma, para quem apresentar comprovante de vacinação com etiqueta referente a dose fracionada”, disse a Anvisa em nota.

EMERGENCIAL
Ao todo, 135 países exigem o comprovante. A partir de 3 de fevereiro, a dose fracionada (0,1 ml) será fornecida de forma emergencial às populações dos estados de São Paulo, Bahia e Rio.
COMPROVANTES

Quem já tiver planos de viagem para algum dos países que exigem o certificado deverá apresentar comprovantes da viagem para receber a dose padrão.

HIV

Além dos viajantes internacionais, a vacina fracionada não é indicada para crianças entre 9 meses e 2 anos, pessoas com HIV/Aids, em tratamento quimioterápico, pacientes com doenças hematológicas e gestantes. No caso destes grupos, será aplicada a dose padrão.

você pode gostar também