Droga está avaliadas em R$ 200 mil

O Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) deflagrou na tarde de terça-feira (13), por volta de meio-dia, em conjunto com policiais civis da Delegacia Fluvial (Deflu) e agentes da Receita Federal, uma ação resultou nas prisões de Elimar Ramos da Rocha, 43, e Everaldo Pinto da Silva, 47, e a apreensão de 40 quilos de maconha do tipo skunk.

A equipe do DRCO recebeu delações anônimas por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), informando que uma embarcação vinda de Maraã, estaria transportando substâncias ilícitas para Manaus.

“Após tomarmos conhecimento da informação, nos deslocamos até a frente do Porto de Manaus, situada no bairro Centro, zona sul da cidade, onde juntamente com a equipe da Deflu realizamos a abordagem da embarcação. Com apoio do cão farejador Odin, da Receita Federal, o material entorpecente foi encontrado dentro da estrutura do barco. Elimar e Everaldo, tripulantes da embarcação, que estavam responsáveis pelo traslado dos entorpecentes, receberam voz de prisão, imediatamente”, disse o delegado Sinval Barroso.

O diretor do DRCO informou, ainda, que o material apreendido está avaliado em R$ 200 mil e que as investigações em torno do caso irão continuar para identificar quem seria o receptador das substâncias entorpecentes. “Temos dado foco juntamente com outras unidades policiais, no combate ao tráfico de drogas, seguindo a determinação do SSP-AM, coronel Louismar Bonates. Essa é mais uma ação exitosa da Polícia Civil do Amazonas”, disse.

Procedimentos – Elimar e Everaldo foram conduzidos a base do DRCO, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis, a dupla será levada para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

FOTO: Alailson Santos/ PC-AM.