O Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) prendeu em flagrante, Kennedy Silva Ribeiro, 21, e Caio César Pereira dos Santos, 28, membros de uma facção criminosa que atua no Estado, agindo como pistoleiros. Com eles foram encontradas duas armas de fogo. Durante a ação policial, um adolescente de 17 foi apreendido por envolvimento em execuções na capital.

De acordo o diretor do DRCO, Juan Valério, os trabalhos tiveram apoio de servidores lotados na Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e Secretaria Executiva Adjunta de Operações Integradas (Seaop), vinculadas à Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Conforme Valério, os policiais chegaram até o trio durante diligências de combate e elucidação de homicídios na capital.

“Interceptamos o trio na madrugada desta sexta-feira (31/08), no Porto da Manaus Moderna, bairro Centro, zona sul de Manaus, em uma embarcação vinda de Tapauá, município distante 449 quilômetros em linha reta da capital. Durante revista no local, apreendemos com os infratores um revólver calibre 38 e uma pistola 380, com as numerações suprimidas. Em seguida, nós os conduzimos à base do Departamento”, explicou Valério.

Confissão – O diretor do DRCO destacou que na unidade policial o trio confirmou que faz parte de uma facção criminosa que atua no Estado. “Kennedy, Caio, o adolescente e um outro elemento, até o momento não identificado, estavam a caminho de Manaus para cumprir uma ordem de execução. Após o término da ação criminosa, eles retornariam para o interior do Estado”, disse.

Juan Valério ressaltou que Kennedy é uma espécie de agente duplo dentro da organização criminosa, pois o jovem repassava informações privilegiadas para uma facção rival. O infrator comandava, também, o tráfico de drogas na Comunidade Campos Sales, bairro Tarumã, zona oeste da cidade, onde morava.

Flagrante – Kennedy e Caio foram autuados em flagrante por porte irregular de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis no DRCO, a dupla será levada para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

Já o adolescente irá responder por ato infracional análogo aos crimes de porte irregular de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. Em seguida, ele será encaminhado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde serão adotadas as medidas cabíveis.

Disque-Denúncia – O delegado destacou que as investigações em torno do caso continuam, com o objetivo de localizar e prender o outro indivíduo que estava com o trio, para que ele possa responder criminalmente pelos atos cometidos. “Quem puder nos ajudar com informações sobre o paradeiro desse elemento, ligar para o número 181, o disque-denúncia da SSP-AM. Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu Valério.

FOTOS: ERLON RODRIGUES/PC-AM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here