Take a fresh look at your lifestyle.

Educação de Jovens e Adultos (EJA) é reformulada e reduz tempo de escolarização dos estudantes

-publicidade-

Modalidade passa a contar com carga horária de 400h semestrais

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) passou por uma reformulação em sua estrutura e proposta pedagógica, respeitando aspectos socioculturais e econômicos da população. A medida tem como objetivo oportunizar maior acesso aos interessados em ingressar na modalidade, criando, inclusive, condições mais favoráveis ao seu tempo de conclusão, com a nova carga horária de 400h semestrais e oferta de dois períodos de ingresso durante o ano.

Com a reformulação, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto visa ainda garantir a celeridade de inserção no mercado de trabalho; aumentar a oferta por meio de matrículas semestrais; e minimizar a evasão escolar, assegurando a conclusão de cada etapa e propiciando a continuidade dos estudos. Para o secretário de Educação em exercício, Luis Fabian Pereira Barbosa, a medida é fundamental para atender o público de interesse da EJA.

“Nossos alunos e alunas da EJA são pessoas que, por algum motivo, precisaram interromper os estudos, mas buscam oportunidades melhores no mercado de trabalho. Esta adequação permite, além da aquisição de conhecimentos, estar melhor preparado para buscar melhores empregos e seguir com o Ensino Superior, por exemplo”, acrescentou Luis Fabian.

A coordenadora da EJA, Florisbela Cardoso, ressalta que a reformulação norteará a rede pública estadual de ensino, a partir do próximo ano. “Neste momento de expectativa, transformações e definições para toda a Educação Básica continua sendo um desafio, mas com a certeza de que, com o trabalho apresentado, a EJA se consolidará como forte ferramenta de construção da cidadania e repercutirá de forma positiva em toda a sociedade”, observou Florisbela.

Segmentos – A EJA no Ensino Fundamental 1º segmento será ofertada de forma presencial. Os 2º e 3º segmentos serão, também, presenciais, com as seguintes características: aulas em três dias semanais, com horários fixos, respeitando o turno oferecido; estudos orientados em dois dias semanais, sendo que as atividades realizadas fora do ambiente escolar serão supervisionadas pelos professores de cada componente curricular; e frequência dos alunos contabilizada através das entregas de atividades e trabalhos.

Matrícula – Os interessados em se inscrever na modalidade devem ter a idade mínima de 15 anos completos para 1º e 2º segmento, e 18 anos completos para o 3º segmento. No ato da matrícula – que será anunciada em janeiro –, o candidato deverá apresentar documento oficial com foto, CPF, certidão de nascimento, certidão de casamento, Histórico Escolar, comprovante de endereço e comprovação de conclusão de escolaridade anterior para a etapa pretendida. Os menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

FOTO: Eduardo Cavalcante/Secretaria de Educação e Desporto

-publicidade-