Take a fresh look at your lifestyle.

Em cinco anos, aumenta em 36% o número de mamografias realizadas pelo SUS

-publicidade-

O número de mamografias realizadas pelo Sistema Único de Saúde, SUS, aumentou 36 por cento na comparação entre 2010 e 2015, passando de três milhões para quatro milhões e 100 mil exames. Na comparação entre o primeiro semestre de 2010 e o primeiro semestre de 2016, o crescimento foi de 37 por cento, passando de um milhão e 600 mil exames para dois milhões e 200 mil.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (6) pelo Ministério da Saúde, durante o lançamento da Campanha Nacional Outubro Rosa, mês escolhido para a conscientização sobre o câncer de mama.

Na faixa etária de maior incidência da doença, de 50 a 69 anos, o crescimento foi de 61 por cento entre 2010, quando foram realizados um milhão e meio de exames, e 2015, em que foram feitas dois milhões e 500 mil mamografias. Considerando a mesma faixa etária, o número de mamografias passou de 854, no primeiro semestrede 2010, para um milhão e 400 mil nos primeiros seis meses deste ano. Um aumento de 64 por cento.

A mamografia, exame que detecta o câncer de mama, deve ser feita uma vez ao ano por mulheres a partir dos 40 anos de idade, ou mais cedo, se houver recomendação médica. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, Inca, 57 mil novos casos de câncer de mama devem ser registrados no país em 2016.

Os recursos destinados pelo governo federal para a prevenção à doença cresceram 15 por cento nos últimos cinco anos, chegando a quase 225 milhões de reais em 2015. Além da mamografia, o SUS também oferece cirurgias de mastectomia e reconstrução mamária, radioterapia e quimioterapia. Para sabe mais sobre o câncer de mama, acesse o site: inca.gov.br.

-publicidade-