As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Em Coari, PM faz revista em presídio e descobre que detento saía para matar desafetos

Por volta das 23 horas desta quarta-feira (8), policiais militares do 5° Batalhão de Polícia Militar de Coari, realizaram revista minuciosa nas dependências das celas da Unidade Prisional daquela cidade. A medida atende uma solicitação de urgência do Ministério Público que após audiências realizadas com presos internos da Unidade, foi informado sobre a presença de materiais irregulares nas celas como armas de fogo.

Toda atividade realizada foi acompanhada um loco pelo promotor de justiça Weslei Machado Alves da Comarca de Coari/AM. No local foram encontrados diversos aparelhos celulares, ferramentas como martelos, cordas de variadas espessuras, televisores e algumas porções de drogas acondicionadas em sacos plásticos. Nenhuma arma de fogo foi detectada na Unidade Prisional.

Os materiais apreendidos foram apresentados na 10ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Coari para os procedimentos legais e os proprietários dos materiais encontrados serão responsabilizados pelas irregularidades.

Segundo os policiais militares, a maioria dos presos vistoriados são do pavilhão das celas de correção, onde estão dentre outros presos, Sarney Araújo de Souza, irmão de “Nego do Catara”, transferido da Unidade Prisional de Coari para Manaus, e que hoje atua como “xerife” no local.

Diversas denúncias, dão conta que Sarney, saía às escondidas da Unidade Prisional para executar desafetos. Depois ele retornava para o presídio tranquilamente, ciente de que não poderia responder criminalmente pelas mortes já que estaria preso.

você pode gostar também