Amazonas Notícias

Em Manacapuru, Governo do Amazonas investe na agricultura familiar com a compra e entregas de produções agrícolas

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), entregou, na quinta-feira (09/05), 1.200 mudas de citros e de café, e realizou a compra de mais de quatro toneladas alimentos da agricultura familiar, no município de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus).

Segundo o secretário da Sepror, Daniel Borges, os alimentos que foram comprados diretamente do agricultor familiar são doados para aquelas famílias que mais precisam, fortalecendo o setor primário do município, gerando renda para os produtores da região.

“Esse é o olhar diferenciado do governador Wilson Lima, sempre presente no interior, e aqui em Manacapuru não seria diferente. Nós também entregamos mudas de laranja e limão, e mudas de café, que é uma cultura que vem crescendo a cada dia aqui no nosso estado”, disse o secretário.

Foram entregues 600 mudas de citros (laranja e limão) e 600 mudas de café, totalizando 1.200 mudas, para 40 agricultores familiares da região. Cada produtor recebe 30 mudas, que equivale um kit. No total, foram investidos mais de R$ 16,6 mil em recursos.

“É muito importante, porque para quem quer realmente trabalhar com a agricultura, produzir e comercializar, esse aqui já é um grande incentivo. São trinta mudas, mas nessas trinta mudas podemos produzir muito mais, fazendo enxerto futuramente na produção”, ressalta o produtor rural Raimundo Italo, um dos beneficiados com o fomento de mudas de citros.

Por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, executado pela Sepror no Amazonas, foram investidos R$ 13,3 mil em recursos para a compra direta de alimentos da agricultura familiar de cinco produtores rurais.

Os alimentos serão destinados para Cooperativa Mista Agropecuárias de Manacapuru (Comapem), para atender às famílias em vulnerabilidade social e nutricional.

O produtor rural Jonas Costa vende seus produtos para o PAA desde 2017. Ele, que vendeu mamão, macaxeira e maracujá, ressalta a valorização do agricultor familiar, por meio do Programa que realiza a compra direta da produção.

“Essa iniciativa do Governo nos garante a certeza que vamos poder plantar e teremos para onde vender, por um preço justo. Isso favorece aqueles produtores ribeirinhos que viviam sofrendo com os atravessadores”, finaliza Jonas.

FOTOS: Emerson Martins/Sepror

Relacioandos