Take a fresh look at your lifestyle.

Em Manaus, estuprador de criança tenta se esconder em guarda-roupa para não ser preso

Ele foi condenado, por estupro de vulnerável, a 23 anos e quatro meses de prisão

-publicidade-

 

Um homem de 48 anos foi preso, na quarta-feira (23), em cumprimento de mandado de prisão por estuprar a filha adotiva em Manaus. Ele estava escondido dentro de um guarda-roupas quando a equipe invadiu a casa onde ele morava no bairro Redenção, zona Centro-Oeste de Manaus.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, a vítima denunciou o crime em 2009 após contar os detalhes para uma colega da escola. Na época ela tinha apenas 10 anos. Segundo a menina, os abusos aconteceram dos 4 aos 6 anos de idade, logo após a mãe dela morrer e a guarda passar a ser do padrasto.

11 anos depois da denúncia, enfim a sentença do crime saiu. Ele foi condenado, por estupro de vulnerável, a 23 anos e quatro meses de prisão em regime fechado.

“Ao chegarmos na casa dele, a atual esposa disse que ele havia viajado e não estava no local. Porém, nós entramos e o encontramos dentro do guarda-roupa”, declarou Joyce.

O homem, também suspeito de outros estupros, deve cumprir pena em um presídio de Manaus.

-publicidade-