25.3 C
Manaus
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Em Manicoré, Governo do Amazonas realiza pagamento da subvenção da borracha

No município de Manicoré (distante 332 quilômetros de Manaus), o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) acompanhou o pagamento da subvenção da borracha para extrativistas da Associação de Produtores Agroextrativistas do Igarapezinho (Apaiga). A ação, realizada no sábado (02/12), beneficiou 27 seringueiros com valor total de R$ 30.542 mil.

Foram realizados 53 pagamentos de R$ 108 a R$ 1.400, referentes à safra 2022/2023. Atualmente, a borracha desta região é comercializada com a multinacional Michela, com preço de R$ 12 por quilo. O valor é resultado da composição de preços, incluído pagamento por serviços ambientais e mais um acréscimo de R$ 2 para custos da associação de extrativistas.

A gerente da unidade, Mariza Lisley, ressalta que o valor é resultado de um trabalho que reuniu diversas entidades, tais como: Memorial Chico Mendes; Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS); WWF; e Governo do Amazonas, por meio do Idam.  A Agência de Desenvolvimento Social (ADS) é responsável pela operacionalização do pagamento da subvenção no estado, com o apoio da Unidade Local do Idam e da diretoria da associação.

“Nos últimos meses a associação do Igarapezinho tem alavancado a produção de borracha natural, com o apoio dos parceiros como o Governo do Amazonas e do município, resultando na melhoria da qualidade de vida dos agricultores”, destacou a gerente.

Este ano a associação produziu mais de 15 toneladas, tendo o acompanhamento da engenheira florestal da Secretaria de Produção Rural (Sepror), Francilene Lisboa, no romaneio (pesagem da borracha), além de aplicação de cursos e visitas técnicas. No município, o Idam apoia mais quatro associações no processo de revitalização da cadeia da borracha.

FOTOS: Divulgação/Idam

spot_img