Em post racista, Mario Frias diz que ativista negro precisa de banho

O ex-ator fez um comentário racista contra o historiador Jones Manoel

Por (FOLHAPRESS)

O secretário especial da Cultura do governo Bolsonaro, Mario Frias, postou um comentário racista direcionado a um ativista negro.

O assessor da Presidência Tercio Arnaud Tomaz reproduziu uma chamada do site Brasil247 com foto do ativista e título “Jones Manoel diz que já comprou fogos para eventual morte de Bolsonaro”.

Tomaz comentou: “Quem caralhas é Jones Manoel?”. Mario Frias então respondeu: “Realmente eu não sei. Mas se eu soubesse diria que ele precisa de um bom banho.” Jones é um homem negro, com cabelo estilo black power e barba.

Jones Manoel é um historiador pernambucano, estudioso da obra do italiano Domenico Losurdo (1941-2018), que impressionou Caetano Veloso pela sua crítica ao liberalismo.

Foto: Reprodução

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil