Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Em segunda reunião do Parlamento Amazônico, Zé Ricardo propõe Seminário Internacional sobre o meio ambiente na região

Manaus, 7 de junho de 2021.

Foi realizada nesta segunda-feira (7) a segunda reunião virtual do Parlamento Amazônico (Parlamaz), após a sua reinstalação no final do ano passado. Um dos representantes brasileiros nesse parlamento, formado por oito países latino-americanos inseridos na chamada Amazônia Internacional, o deputado Zé Ricardo (PT/AM) afirmou que é importante o diálogo técnico entre os países, tendo como prioridade no momento o combate à pandemia da Covid-19.

Mas destacou que o desmatamento na Amazônia e suas consequências podem ser inseridos nos debates, principalmente, sobre o que poderia ser feito diante da questão econômica. Assim, propôs a realização de um grande Seminário Internacional sobre o meio ambiente amazônico, para discutir as demandas regionais, a preservação ambiental, a política econômica, bem como as pesquisas.

“No momento, é urgente o enfrentamento da pandemia, que aflige todos os países amazônicos. Mas as discussões sobre o meio ambiente, o desmatamento e suas consequências também podem entrar em pauta. O que fazer diante da questão econômica? Que economia queremos para a região Amazônica? A economia que derruba a floresta ou a que mantém a floresta em pé e tira dela as oportunidades para o desenvolvimento? São discussões como essa que estou propondo, como ainda a realização desse grande Seminário Internacional”, declarou o deputado, frisando também ser importante um levantamento sobre o crescimento do desmatamento na Amazônia e um diagnóstico sobre a cobertura de vacinas na região.

O Parlamaz foi criado em 1989, mas estava há quase nove anos inativo, quando foi reinstalado em 2020. Tem como finalidade a integração amazônica; a defesa da democracia; a não intervenção; a pluralidade política e ideológica como base de uma comunidade amazônica democraticamente organizada; e o respeito à ordem jurídica e à segurança internacional da Amazônia. E formado por parlamentares da Bolívia, da Colômbia, do Peru, da Venezuela, do Suriname, da Guiana, do Equador e do Brasil, este representado por dez membros, sendo cinco do Senado Federal e cinco da Câmara dos Deputados, tendo Zé Ricardo como um de seus representantes.

-publicidade-