Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Em show intimista, cantor Sísi Rolim estrela live “Flor que não se cheira”

Inspirado no luto amoroso, o artista apresentará canções autorais e interpretará textos dramáticos da literatura amazonense

O cantor Sisí Rolim retorna aos palcos neste sábado, 15/5, com o show “Flor que não se cheira”, que será transmitido ao vivo no Facebook do artista, a partir das 19h30. Durante a live, Sísi interpretará músicas autorais e fará leituras dramatizadas de textos de escritores amazonenses. O show intimista pretende sintetizar toda a experiência artística de Sísi, explorando sua potência e versatilidade expressada em seus trabalhos no teatro, no canto e nas artes visuais ao longo dos seus 30 anos de carreira.

O projeto “Flor que não se cheira” foi contemplado pelo edital Programa Cultura Criativa 2020 – Lei Aldir Blanc – Prêmio Feliciano Lana, do Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (SEC). Nesse projeto, Sísi, se inspira no luto amoroso, como estado emocional específico caracterizado por um rompimento de vínculo afetivo que pode ser dividido em cinco fases.

“A proposta do projeto é explorar a condição do luto amoroso que será retratado por meio do repertório e dos textos apresentados na live. Na produção a flor é o símbolo de grande destaque, pois se trata de um elemento utilizado tanto para momentos alegres, quanto tristes”, explica o cantor.

Durante a transmissão, o público poderá conferir que a produção tratará dessa dualidade da flor, que traz consigo a conotação da beleza e da dor, do nascimento e da morte. Neste contexto, a flor pode ser bela e não apropriada para o uso, pode ser decorativa, mas carrega intenções mórbidas.

“A flor é uma das simbologias mais antigas da humanidade em muitas sociedades sendo considerado um símbolo de passagem social, de passagem das estações, a flor reflete as fases do amor, a evolução espiritual, o desenvolvimento interior, o feminino e outras inúmeras representações do imaginário coletivo social”, diz Sísi.

A Live

Para o show “Flor que não se cheira”, Sísi Rolim escolheu um lugar especial. A live será no bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus, local que contribuiu diretamente para a formação artística do cantor. Foi neste bairro, conhecido como o reduto do samba em Manaus, que Sísi deu seus primeiros passos como artista, mantendo até hoje um laço emocional com o local.

“Minha relação com a Praça 14 é de pertencimento. Sou daqui, moro aqui, minha família mora aqui há muitos anos e essa é uma forma de homenagear esse bairro que tanto me deu. A live será transmitida de uma laje, aqui onde moro, porque é daqui que vem minhas raízes e é isso que eu quero levar para a vida”, ressalta o cantor.

O projeto “Flor que não se cheira” foi idealizado pelo próprio artista e conta com direção, produção e coordenação de Moara Tuane; Direção de arte e produção de Denni Sales e produção executiva de Suelen Tourinho. Durante o show, a banda que acompanhará Sísi será formada por: Jerferson Mariano (violão), Ediel Castro (baixo), Andrio Dias (bateria) com participação de Caio Fonseca (tamborim) e Marcus Góes (cuíca).

O show poderá ser conferido pelo link https://www.facebook.com/sinezio.rolim.

Sobre o artista

Sísi Rolim possui uma carreira artística consolidada, com 30 anos de atuação na cena cultural local, transitando por diversos segmentos da arte, como: música, pintura, teatro e escultura.

Sua trajetória reúne grandes espetáculos, como “Clareou – Lá Vem a Trovoada” – show em homenagem a Clara Nunes; “Cartas para Maria Bethânia – O Show” nos anos de 2015/2016, reconhecido pela

homenageada; Show “A Elegância do Rei do Brega Reginaldo Rossi”, show “Sutilmente Exagerado”, 2015 – onde homenageou Cazuza; e o premiado show “Simplesmente Maysa”.

Ficha Técnica do Projeto “Flor que não se cheira”

Intérprete: Sinézio Rolim

Banda:

Jeferson Mariano (violão)

Ediel Castro (baixo)

Andrio Dias (bateria)

Participação:

Caio Fonseca (tamborim)

Marcus Goes (cuíca)

Direção: Moara Tuane

Coordenação: Moara Tuane

Direção de arte: Denni Sales

Produção: Denni Sales, Moara Tuane

Produção executiva: Suelen Tourinho

Sonorização e Iluminação: Marcos Produções e Eventos

Filmagem e edição: Wesley Magalhães

Design: Luiz Almeida

Assessoria: Mônica Figueiredo

Agradecimentos: Clarice Rolim, Luciana Costa, Romário Alves e Sherry Oliveira.

-publicidade-