Empreendedora qualificada pela Prefeitura de Manaus conta como o alimento mudou sua vida

Não há quem resista à tentação ao ver um doce com sabor de chocolate, cujo dia mundial é comemorado nesta quarta-feira, 7/7. O alimento, há quatro anos passou a fazer parte do cotidiano, da empreendedora Nayara Cláudia de Quadros Paulino, 31, que iniciou a manufatura de produtos à base de chocolate, por meio dos cursos de qualificação oferecidos pela Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi).

Com formação em Técnica de Enfermagem, Nayara há quatro anos decidiu investir no ramo da confeitaria, após descobrir a paixão pela culinária, onde viu a oportunidade em fazer dar certo o empreendedorismo.

Ela conta que o maior desafio de sua vida ocorreu quando uma empresa do ramo de informática encomendou 180 ovos de Páscoa em abril deste ano. “Me emociono ao falar sobre isso. Sempre tenho o desejo em inovar. Na verdade, tento me manter no mercado de trabalho. Ser empreendedora tem um pouco de tudo, não é?”, observa. Poder administrar o próprio negócio – o Maria’s Bolos, nome dado em homenagem às duas filhas – é também outro fator de destaque para ela.

A empreendedora já realizou diversos cursos promovidos pela Semtepi, entre eles, “Confeitaria de Bolo” (em parceria com o Senai/AM), “Mídias Sociais”, “Começando a Empreender”, além de realizar a oficina “Empreendendo com Cupcake”. Por meio de tais capacitações, Nayara Cláudia passou a preparar guloseimas que utilizam o chocolate, como recheios de bolos, tortas, brownies, ovos recheados, cupcakes, alfajor, trufas e outros.

Para ela, o chocolate é mais que um doce ou um produto, é uma mudança de vida e a representatividade do amor dado às duas filhas. “A prefeitura, por meio da Semtepi, abriu-me tantas portas, com o conhecimento que adquiri no ramo da confeitaria, em clientes, em indicações. Tenho muito carinho pela secretaria e pelos seus profissionais”, salienta.

Ela deixa um recado a quem deseja empreender no ramo da confeitaria. “O ponto correto de qualquer doce é quando exala o cheirinho do amor. Com estudo, dedicação, amor e coragem todo sonho é possível. Ser empreendedora é usar esses focos como receita principal e crer que Deus nos capacita”, conclui.

Data

Não se sabe ao certo o motivo da escolha do dia 7 de julho para celebrar esta data. No entanto, acredita-se que marque a introdução do chocolate na Europa, por volta do século XV. Outrora, o chocolate só era conhecido e utilizado pelos maias e os astecas.

Tomar chocolate quente virou, então, símbolo de status para a aristocracia europeia e somente com a Revolução Industrial o produto foi popularizado.

Nesta data é comum o consumo de chocolates, nas suas diversas variações. Também é normal em algumas culturas a troca de chocolates entre os amigos e familiares, como um modo de celebrar esta data.

Muitas pessoas também celebram o dia 26 de março (Dia do Cacau) como Dia do Chocolate. Isto porque a fruta é a principal matéria-prima para a produção desta deliciosa iguaria.

Foto – Divulgação / Semtepi