As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Empresa russa apresenta resultados de recuperação das áreas impactadas na busca de petróleo e gás no Amazonas

A petroleira russa Rosneft apresentou, ao Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), o atual estágio dos trabalhos de recuperação das áreas que foram impactadas ambientalmente durante a busca de petróleo e gás natural nos municípios de Carauari (a 788 quilômetros de Manaus) e Tefé (a 523 quilômetros de Manaus).

A gerente do setor de recursos minerais do Ipaam, Maria do Carmo, informou que a empresa mostrou o atual estágio das áreas trabalhadas e que precisam ser recuperadas.

“Eles demonstraram aqui a metodologia e as técnicas que utilizaram para recuperar e fertilizar o solo, para que ele volte a recompor a floresta da forma como era antes”.

De acordo com Maria do Carmo, o próximo passo é fazer uma visita nas áreas para acompanhar in locoesse trabalho.

“Além de elaborar essa agenda de visitas, em paralelo, vamos analisar os documentos que foram apresentados sobre esse resultado, as espécies que foram plantadas e como foi feito esse plantio para definir se, não tendo nenhuma intervenção humana mais, a floresta já pode se regenerar de forma natural ou não”, explicou a gerente de recursos minerais do Ipaam.

O representante da Rosneft, Cristian Rodela, disse que a meta da empresa é entregar essas áreas totalmente recuperadas para a sociedade amazonense.

“Viemos apresentar o nosso trabalho à nova diretoria do órgão, um projeto de remediação, para que possamos entregar à sociedade, com o acompanhamento e aprovação do Ipaam, essas áreas totalmente recuperadas”, completou.

A empresa apresentou os resultados no final da tarde desta sexta-feira (01/03), na sede do Ipaam, localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul de Manaus.

Petroleira – A entrada dos russos na exploração de gás e petróleo no Amazonas, segundo o jornal Valor Econômico, se deu em 2011, quando a TNK-BP (consórcio entre a empresa russa TNK e a britânica BP) comprou a participação de 45% dos ativos exploratórios da empresa HRT por US$ 1 bilhão. Após essa compra bilionária, a TNK-BP foi comprada pela Rosneft.

No mês de fevereiro de 2017, a Rosneft começou a fazer suas primeiras perfurações no Amazonas, primeiramente no município de Carauari.

Foto: Ricardo Oliveira/Ipaam

você pode gostar também