Take a fresh look at your lifestyle.

Enchente: Parintins recadastra famílias em áreas de várzea para envio de ajuda

-publicidade-

A Prefeitura Municipal por meio da Defesa Civil realiza ações preventivas contra enchente deste ano que ameaça ser uma das maiores já registradas. Uma equipe da Defesa Civil iniciou nas áreas de várzea o serviço de recadastramento e mapeamento das famílias e residências vulneráveis aos efeitos do fenômeno natural. A enchente deste ano já preocupa o poder municipal e por conta disto os trabalhos de prevenção iniciaram mais cedo.

De acordo com o coordenador da defesa civil, Jofre Lima, o volume de água do Rio Amazonas oscila em relação a mesma data do ano passado o que gera suspeita de superar a cheia do ano passado. “Observamos que no Acre já está no estado de calamidade pública e no Rio Madeira o nível é alarmante. Quando o Madeira seca a água baixa para o Baixo Amazonas inundando nossa região e por isso o prefeito Alexandre já nos determinou a realizar estas ações de prevenção”, disse Jofre.

Jofre explica ainda que na cidade os trabalhos de prevenção também já começaram. Uma equipe realiza analise das áreas baixas da cidade para a construção de pontes e ou aterros provisórios. “Ao termino dos trabalhos no interior, vamos entrar nas partes baixas da cidade e cadastrar os moradores dessas áreas e trabalhar para que todas possam ter o máximo de assistência”, destacou Jofre.

Nesta sexta-feira, a Defesa Civil de Parintins percorrerá a região do Paraná de Parintins até Itaborai e também no Paraná do Ramos até as imediações da Vila Manaus. Em 2014 a Prefeitura de Parintins com o apoio do Estado atendeu a cerca de 15 mil parintinenses das zonas rural e urbana afetados com a cheia, considerada a segunda maior em 100 anos.

-publicidade-