Take a fresh look at your lifestyle.

Enfermeira morre após trabalhar 56 dias para salvar doentes de coronavírus

A mulher tinha de 32 anos e sofreu uma parada cardíaca

-publicidade-

Uma enfermeira chinesa, de 32 anos, teve uma paragem cardíaca e morreu após trabalhar durante 56 dias sem parar para salvar pacientes com Covid-19, num hospital na província de Hubei. O óbito da profissional de saúde, Zhang Jingjing, foi declarado na segunda-feira, de acordo com o hospital onde trabalhava.

Segundo o Daily Mail, que cita a imprensa chinesa, a mulher deveria ter ido para casa depois de completar o tempo de quarentena, em 4 de abril, depois de testar três vezes negativo para a Covid-19 e de ter trabalhado noite e dia durante dois meses, mas acabou sofrendo uma parada cardíaca na manhã seguinte e não resistiu.

Zhang Jingjing trabalhava no Hospital Qilu e fazia parte da primeira equipe médica enviada da província de Shandong em janeiro para ajudar a combater o vírus em Hubei.

Até agora, morreram 62 profissionais de saúde em funções devido ao novo coronavírus ou por complicação de outras doenças. Em todo o mundo já foram infectadas mais de 1,3 milhões de pessoas e o número de mortos já ultrapassou os 73 mil. Dos casos de infecção, cerca de 250 mil são considerados curados. Por Minuto ao Minuto

-publicidade-