Entidades de Manaus preparam protesto contra medidas do governo neste sábado (24)

Neste sábado, 24 de julho, entidades sindicais, estudantis e movimentos populares preparam mais um ato contra o governo Bolsonaro, reivindicando o fim da tramitação de propostas como a Reforma Administrativa e de alteração na demarcação de terras indígenas, bem como, um auxílio emergencial permanente pelo tempo que durar a pandemia, e a aceleração da vacinação, com estratégias eficientes para o alcance da imunização.

O ato acontece durante todo o sábado pelo Brasil e em Manaus a concentração inicia às 15h, na Praça da Saudade, Centro, de onde seguirá até o Teatro Amazonas, finalizando com ato cultural.

Este é o quinto mês em que protestos são realizados contra a falta de políticas do governo federal durante a crise econômica e sanitária causada pela covid-19. Soma-se a isso o desejo do ministro da Economia, Paulo Guedes, em aprovar a Reforma Administrativa, considerada uma ameaça de redução no atendimento da população nos serviços públicos como saúde e educação, e os ataques à Zonas Franca de Manaus, promovidos por Bolsonaro e Paulo Guedes que ameaçam os empregos do polo industrial.

Já nesta quinta-feira (22), haverá transmissão de uma live pelas redes sociais para mobilizar e convidar a população a participar do ato de sábado. Será às 20 horas nos perfis das redes sociais dos movimentos envolvidos no protesto, no YouTube e Facebook.

No último dia nacional de atos, ocorrido em 3 de julho, foram registradas movimentações também em Tefé e Parintins, e os organizadores esperam aumentar o número de municípios com eventos no dia 24.