As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Entreposto da Zona Franca no Espírito Santo realiza evento com indústrias de Manaus

Inaugurado há mais de um ano, o entreposto capixaba da Zona Franca de Manaus no Terca facilita a destinação dos produtos para os grandes centros consumidores e para exportação

Com o objetivo de aproximar mais empresas e executivos do Amazonas e do Espírito Santo, visando à melhoria dos processos logísticos e ampliar a utilização do entreposto capixaba da Zona Franca de Manaus (ZFM), localizado em Cariacica, na região da Grande Vitória, será realizado na quinta-feira, dia 19 de setembro, um Encontro de Negócios no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), com apoio da FIEAM e do Centro da Indústria do Amazonas (CIEAM). O evento é organizado pelo Terca, operador logístico do entreposto capixaba da ZFM.

O entreposto, que já opera com clientes há mais de um ano, facilita a destinação dos produtos da Zona Franca para os estados do Sudeste, que respondem por 60% do consumo no Brasil, além de outras regiões do País e até mesmo à exportação. A programação do Encontro de Negócios acontecerá a partir das 17 horas, com a palestra magna “Logística integrada: otimização e melhoria nos resultados para as indústrias da ZFM”, ministrada por Rogério Salume, um dos fundadores e membro do Conselho de Administração da Wine, o maior e-commerce de vinhos da América Latina.

Complexo de armazenagem, o Terca atua no segmento aduaneiro com importação e exportação, produtos nacionais com distribuição e logística integrada, sendo a mais nova atividade o entreposto da ZFM. Além disso, o Terca foi recentemente homologado como OEA – Operador Econômico Autorizado. A estrutura logística tem capacidade para movimentar produtos de diversos segmentos fabricados por mais de 500 indústrias localizadas na Zona Franca, tanto para armazenamento quanto para distribuição.

De acordo com o superintendente do Terca, Sidemar de Lima Acosta, a unidade traz vantagens e ganhos logísticos, pois possui competitividade, com destaque para a sua localização geográfica favorável. Está a 15 quilômetros do Aeroporto de Vitória (Eurico Sales) e a 24 quilômetros do Complexo Portuário da Grande Vitória, que permite o transporte por navegação de cabotagem. Também tem facilidades no escoamento rodoviário, pois a região é cortada pela BR 101 e está próxima à BR 262 e em um raio de 1000 km de todos os estados do Sudeste

você pode gostar também