Take a fresh look at your lifestyle.

Envolvidos em latrocínio de adolescente no bairro Crespo são presos

-publicidade-

Na tarde desta terça-feira (07/04), policiais civis do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), deflagraram ação policial que resultou nos cumprimentos de mandados de prisão preventiva em nome de Plínio Rabelo da Silva, 23 anos, e Renato Ribeiro Barreto, 29, pela participação no latrocínio do adolescente Paulo Henrique Lira Vieira, que tinha 16 anos.

O crime ocorreu na tarde de 30 de junho de 2019, por volta das 15h, no bairro Crespo, zona sul da cidade. Conforme o diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, que coordenou a ação, as prisões iniciaram por volta das 15h, em pontos distintos do bairro Japiim, zona sul da cidade.

As ordens judiciais em nome dos infratores foram expedidas no dia 31 de março deste ano, pela juíza Anagali Marcon Bertazzo, da 6ª Vara Criminal.

O crime – Na ocasião do delito, a vítima havia acabado de desembarcar de um ônibus alternativo de transporte público, e estava a caminho da casa da tia dele, onde iria encontrar o pai que havia chegado do município de Autazes (distante 113 quilômetros em linha reta da capital). Entretanto, durante o percurso, Paulo Henrique foi abordado, espancado e teve o celular, além de outros pertences, roubados por Plínio, Renato e um indivíduo, identificado como Marcos Luan Meireles Lacerda, 24, que está sendo procurado pela polícia.

Allemand explicou que, ao longo das investigações realizadas pelas equipes do DRCO, foi constatado que os infratores trabalhavam, supostamente, como flanelinhas naquela região da cidade, e constantemente efetuavam roubos para sustentar o uso de entorpecentes. Conforme relatos colhidos durante a apuração dos fatos, após consumarem o delito, eles deixaram o corpo do adolescente em um igarapé, situado nas proximidades de onde o crime foi cometido.

“Renato e Marcos Luan já tinha sido presos pelas equipes do DRCO, em cumprimento a mandados de prisão temporária por este crime. Entretanto, os dois indivíduos foram soltos no término do prazo das ordens judiciais. Agora, foram deferidos os mandados de prisão preventivas em nome dos três envolvidos no crime. Hoje, conseguimos prender Plínio e Renato. Marcos Luan está foragido”, explicou o diretor do DRCO.

Procedimentos – Plínio e Renato irão responder por latrocínio. Ao término dos trâmites cabíveis no DRCO, eles serão encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará por audiência de custódia por videoconferência.

FOTO: Divulgação/ PC-AM

-publicidade-