As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Equipe da DEHS prende autora de homicídio de garota de programa no Centro da cidade

O delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, falou na manhã desta segunda-feira, dia 14, durante coletiva de imprensa realizada no prédio da Delegacia Geral, zona Centro-Oeste, sobre a prisão, efetuada na última quinta-feira, dia 10, de Odith Cristina dos Santos, 35, conhecida como “Top” ou “Cris”, autora do homicídio da garota de programa Edjane Barbosa Batista, ocorrido no dia 13 de novembro de 2015. A vítima tinha 25 anos na época em que o delito aconteceu.

De acordo com Ivo Martins, “Cris” foi presa pela equipe de investigação da especializada, em cumprimento a mandado de prisão temporária, expedido no dia 3 de março deste ano, pelo juiz da 3ª Vara do Tribunal do Júri, Mauro Moraes Antony. O fato ocorreu entre 16h e 17h, no ponto de mototáxi onde a infratora trabalhava, localizado na Rua Visconde de Mauá, Centro de Manaus.

Conforme a autoridade policial, a infratora e a vítima vinham se desentendendo desde 2013 e, durante esse período e até pouco antes do homicídio, Edjane teria chegado a desferir golpes de faca na mototaxista. Desde essa época, as duas vinham se ameaçando de morte.

“Odith disse que no dia do crime ela estava no ponto de mototáxi quando soube que a garota de programa pretendia matá-la no local. A infratora teria se deslocado até a Feira da Panair, lugar onde alugou um revólver calibre 38 de um traficante de drogas chamado “Perninha”. Em posse da arma, retornou ao posto de trabalho. Quando encontrou a vítima efetuou cinco disparos em direção à mulher, que acabou sendo atingida na região do tórax por dois disparos e foi a óbito em seguida”, explicou o delegado Ivo Martins.

Durante as investigações, a equipe da DEHS descobriu que Odith continuou trabalhando normalmente no ponto de mototáxi após cometer o delito. Em depoimento na sede da especializada, a infratora confirmou a autoria do homicídio e ressaltou que Edjane era usuária de drogas e costumava realizar pequenos furtos naquela região da cidade.

O homem conhecido como “Perninha” está sendo investigado pelas equipes da DEHS pela participação no crime. Odith foi indiciada por homicídio qualificado e ao término dos procedimentos legais na sede da especializada, ela será encaminhada para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174.

você pode gostar também