Take a fresh look at your lifestyle.

Equipe da DEHS prende dois integrantes de facção criminosa atuante na capital

-publicidade-

A equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) prendeu na última terça-feira, dia 1º, em um conjunto habitacional, situado na Rua Doutor Machado, bairro Centro, zona Sul de Manaus, José Augusto de Agostini Santos dos Santos, 25, e Luiz Rogerio Costa de Oliveira, 21, o “Rogerinho”, envolvidos no homicídio de Kalyly Kelvenlyn Tavares Nunes, ocorrido na madrugada do dia 25 de outubro de 2015, no bairro Centro. A vítima tinha 22 anos.

Segundo o delegado titular da DEHS, Ivo Henrique Martins, a dupla que é integrante de uma facção criminosa atuante na capital está envolvida em vários homicídios. “Eles são de alta periculosidade e nossas investigações apontaram que “Rogerinho” tem envolvimento em pelo menos cinco homicídios, embora ele tenha confessado somente dois desses crimes”, explicou.

No momento da prisão de Luiz Rogerio, que contou com a parceria dos policiais civis do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), ele foi encontrado em posse de substâncias, aparentemente entorpecentes e, por este motivo, também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com o titular da DEHS, no dia do homicídio de Kalyly, Luiz Rogerio e José Augusto chegaram em um automóvel, com outros dois homens dentro, mas apenas a dupla saiu do veículo e foi até a vítima, na qual eles dispararam cinco tiros de arma de fogo. “Rogerinho disse que a vítima pertencia a uma facção criminosa rival e, por isso, decidiram matá-la”, informou a autoridade.

Em depoimento à polícia, “Rogerinho” admitiu, também, participação no homicídio de Marwin Chrystian Aquino de Oliveira, fato ocorrido, na madrugada do dia 24 de outubro do ano passado, por volta das 1h30, no mesmo conjunto habitacional, no Centro da cidade. Na ocasião, o jovem foi morto com várias pancadas de barra de ferro na cabeça, por um grupo de pessoas. “Ele admitiu ter envolvimento nesse crime, inclusive, é o proprietário da arma de fogo que uma pessoa utilizou para tentar disparar contra a vítima”, disse Ivo.

Os infratores foram presos em cumprimento a um mandado de prisão expedido no dia 29 de outubro de 2015, pelo juiz Julião Lemos Sobral Júnior do Plantão Criminal. “Rogerinho” também possuía outro mandado de prisão em aberto, expedido no dia 17 de dezembro de 2015, pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

A dupla foi indiciada por homicídio qualificado e, Luiz Rogério também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas pela equipe do 1º DIP. Após os procedimentos legais na delegacia, os dois infratores serão encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, onde irão aguardar decisão da Justiça.

-publicidade-