As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Equipe da DIP de Coari prende no lugar mototaxista denunciado por tentativa de estupro e sequestro

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari, município distante 363 quilômetros em linha reta da capital, sob a coordenação do delegado titular da unidade policial, Mauro Araújo, prendeu em flagrante, por volta das 17h da última segunda-feira, dia 25, o mototaxista Valdeney Lopes David Júnior, 29, denunciado por sequestro e tentativa de estupro praticados contra uma adolescente de 17 anos.

De acordo com o delegado Mauro Araújo, a prisão de Valdeney ocorreu logo após a mãe da garota procurar os policiais civis na delegacia para delatar o infrator. “A mulher nos informou que a filha dela teria sido levada por Valdeney e que ele teria tentado estuprar a adolescente. Logo em seguida saímos em diligência para capturarmos o infrator, que era conhecido da vítima”, declarou.

Para a mãe, a vítima teria relatado que estava com a filha de três meses no colo quando pediu para que Valdeney as levasse até um mercadinho. Durante o trajeto, Valdeney teria desviado o caminho, passando a trafegar em alta velocidade pela estrada Coari – Itapeua, enquanto acariciava as partes íntimas da adolescente e a ameaçava de morte.

“A adolescente teria avistado outros dois mototaxistas e gritou por socorro. Eles então começaram a perseguir a motocicleta conduzida por Valdeney. Minutos depois, o infrator teria parado a moto para que a adolescente descesse com a filha, ocasião em que as ameaçou de morte, caso a vítima contasse algo para os familiares”, explicou o delegado Mauro Araújo.

Conforme a autoridade policial, Valdeney foi preso em flagrante nas proximidades da ponte do bairro do Pêra, em Coari. Durante depoimento, ele negou a autoria dos crimes. O mototaxista argumentou que as levou ao local solicitado e que apenas teria tido um desentendimento com a adolescente por conta do valor cobrado pela corrida, que ela teria se recusado a pagar.

Na delegacia foi constatado que Valdeney já responde a outro processo pelos mesmos crimes, cometidos em 2013. Ele foi novamente autuado em flagrante por sequestro e tentativa de estupro. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele foi encaminhado à Unidade Prisional de Coari, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

você pode gostar também