Equipes do GuardiAM 24 horas apresentam projetos com enfoque na captação de recursos

Os membros das equipes dos eixos que compõem o GuardiAM 24 horas estiveram reunidos nesta terça-feira (23/10) para dar continuidade às apresentações dos projetos voltados para a captação de recursos, conforme as orientações elucidadas durante o Workshop de Elaboração de Projetos do GuardiAM, ministrado pela mestra em Gestão Estratégica Léia Néri.

As apresentações foram realizadas no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), situado na avenida André Araújo, nº 1.422, bairro Petrópolis, zona sul de Manaus, e fazem parte do cronograma estabelecido pelo secretário de Estado extraordinário, coronel da Polícia Militar Walter Cruz, que explicou que os projetos, após apresentados, serão elencados de acordo com as prioridades do Programa.

O secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras, Almir Cavalcante, um dos representantes do Eixo de Fronteiras, explanou sobre a importância do controle de drogas nas fronteiras e apresentou o projeto de um posto de controle fluvial na calha do rio Solimões. Além dele, a investigadora Jussara Silveira e o policial Francisco Marcley Ozorio de Melo, que fazem parte da Polícia Civil, órgão que integra o eixo de Segurança Pública do GuardiAM, realizaram uma apresentação sugerindo a aquisição de duas viaturas blindadas. “Apresentamos este projeto tendo em vista uma necessidade de deslocamento em áreas de risco, podendo levar o maior número de pessoas nas ações e proporcionar mais segurança à sociedade” afirmou Silveira.

Captação de recursos – Na ocasião, o tenente-coronel Paulo César Gomes de Oliveira Junior, um dos integrantes do eixo de Segurança Pública, salientou a importância do levantamento de recursos estaduais, federais ou internacionais e disse ainda que o GuardiAM 24 horas dá importância não apenas à captação de recursos, mas também ao custeio de manutenção do que foi implementado. “Foi solicitado às equipes de cada eixo, que juntamente com o projetos de captação de recursos, façam um trabalho paralelo de quanto seriam os custos desses projetos para que o Estado esteja ciente do que será necessário para a manutenção do Programa GuardiAM”, afirmou Oliveira.

As apresentações dos projetos com enfoque na captação de recursos envolveram a mostra do objetivo geral, objetivo específico, abrangência do projeto, além da descrição da identificação do problema da instituição, as ações propostas para a resolução deste problema, especificações técnicas, as fontes dos recursos que serão utilizados, os principais beneficiários, os resultados esperados e o valor estimado para a implementação dos projetos.

A mestra em Gestão Estratégica Léia Neri disse que, na próxima quinta-feira (25/10), as equipes de Segurança Pública, Fronteiras e Presídios vão iniciar a elaboração do portfólio para reunir as informações de cada eixo e apresentá-las à equipe da empresa Giuliani Security & Safety(GSS).

FOTO: DIVULGAÇÃO