Equipes do GuardiAM concluem etapa de treinamento no CICC

Após uma semana de treinamento para elaborar projetos consistentes de captação de recursos, as equipes das forças de segurança do GuardiAM 24 Horas seguem desenvolvendo projetos nas instituições. Até a tarde desta sexta-feira (26/10), os integrantes do programa participaram da oficina no Centro Integrado de Comando de Controle (CICC), na zona sul de Manaus. Ao fim da primeira quinzena de novembro, todos os grupos vão apresentar um portfólio com os projetos à equipe da empresa norte-americana Giuliani Security & Safety (GSS), durante a próxima visita dos consultores a Manaus.

O Workshop de Elaboração de Projetos do GuardiAM, iniciado em 17 de outubro, é uma iniciativa do programa para que as equipes produzam projetos consistentes facilitando a captação de recursos de origem nacional e internacional. Os documentos levam em consideração as necessidades dos órgãos para aprimorar o funcionamento das instituições com o objetivo de aumentar a segurança da população amazonense.

Os grupos estão divididos nos eixos de GuardiAM 24 Horas: Segurança Pública, Estabelecimentos Prisionais e Fronteiras. A capacitação foi coordenada pelo secretário de Estado extraordinário, coronel da Polícia Militar Walter Cruz, pelo secretário executivo de Planejamento e Gestão Integrada, coronel da Polícia Militar Gilberto Gouvêa, além da ministrante da capacitação, a mestra em Gestão Estratégica Léia Neri.

Integrante do eixo de Segurança Pública do GuardiAM 24 Horas, o Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) trabalha em projetos de cunho social para reduzir os índices de vítimas fatais e vítimas lesionadas em acidentes de trânsito. “Vamos buscar atingir o problema na origem. A gente tem buscado propor projetos voltados para a educação e conscientização do trânsito e atingir a redução desses índices (de mortes e vítimas lesionadas no trânsito)”, afirmou Thanny Monik de Gusmão Silva, da diretoria técnica do Detran-AM.

Outro projeto proposto pela equipe do Detran/AM é a implantação das Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), um “mini-Detran”, descentralizando os serviços na sede do departamento em Manaus. Pela proposta, o município de Manacapuru, a 68 quilômetro de Manaus, deverá receber o projeto-piloto das Ciretrans no Estado que também deve atender as comunidades localizadas no entorno da cidade.

A equipe da Polícia Civil, também no eixo de Segurança Pública do programa, optou por formular um projeto que evidencia a aquisição de transportes terrestres, aéreos e fluviais seguros para os policiais civis, principalmente, no interior do Estado. A investigadora de Polícia Civil Jussara da Silveira Costa, acrescentou que outra necessidade da corporação é a ampliação e reforma das delegacias do interior.

Uma das recomendações da GSS é o reforço no patrulhamento da área fluvial do Estado. Os projetos da Polícia Civil comtemplam, também, a ampliação da frota fluvial, a aquisição de plataformas (guincho) e helicópteros para melhor atender as demandas da Polícia Civil diante da característica específica do Estado com grande volume de rios.

Entrega de certificados – O secretário de Estado extraordinário Walter Cruz realizou a entrega de certificados aos integrantes dos eixos que participaram do workshop. “Elaboração de Projetos do Programa GuardiAM” e disse que o curso teve como escopo a elaboração de projetos, o que faz parte de um cronograma que contempla os pilares do GuardiAM 24 horas que são Treinamento, Inteligência, Tecnologia e Integração. “A conclusão desta etapa é muito importante para o sistema de Segurança Pública do Estado porque é através do treinamento que se capacita bons profissionais resultando em melhorias no atendimento à população” concluiu Cruz.

Fazem parte do GuardiAM 24 Horas – Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran/AM), Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Polícia Civil do Amazonas, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) e Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGIF).

FOTO: DIVULGAÇÃO/GUARDIAM 24H